Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

Festa no Estádio do Vale

Noia vence o Paysandu e avança na Copa do Brasil

Anilado bateu o time paraense por 2 a 1, com gols de Talis e Juninho, e garantiu a classificação para a segunda fase
02/02/2018 00:25 02/02/2018 07:04

Juarez Machado/GES
Jogadores anilados comemoram com o zagueiro Talis o primeiro gol do Noia no jogo
Extasiados e emocionados, assim os guerreiros anilados e a torcida do Novo Hamburgo puderam extravasar, na noite desta quinta-feira, ao fazer história na Copa do Brasil. No Estádio do Vale, ao som de o “campeão voltou”, o Noia tirou o peso dos ombros ao vencer o Paysandu por 2 a 1, e avançar à segunda fase da competição nacional. O resultado representa não só um grande acréscimo financeiro para o clube, mas também a primeira vitória na temporada 2018, após um começo ruim no Campeonato Gaúcho, no qual amarga a lanterna. O Anilado aguarda seu adversário, que será definido na quarta-feira e que vem no enfrentamento entre Dom Bosco e CRB. O novo jogo único na próxima etapa será novamente no Vale, no dia 14 ou 21 de fevereiro.

O Noia teve um primeiro tempo em que precisou propor mais o jogo. O time do técnico Beto Campos conseguiu ter boas oportunidades, principalmente com bolas alçadas na área. Numa delas, aos 20min, Assis desviou de cabeça e Jean Silva quase abriu o placar, em chute cruzado. O Papão da Curuzu conseguiu suas melhores chances apenas minutos antes do intervalo. Aos 43 e 44min, Michel Alves foi acionado por duas vezes em cabeceios de Cassiano, ex-Inter.

E o grito que estava entalado na garganta do torcedor hamburguense saiu na etapa final. Logo aos 6min, o meia Zotti teve visão para virar a bola da direita para esquerda, onde Assis recebeu livre para chutar para a área, e após espalmar para o meio da área, o goleiro Carlão nem viu a cor da bola na fuzilada do zagueiro Talis: 1 a 0. Na sequência, aos 15min, Jean Silva, que infernizou a zaga do Papão, cruzou para cabeceio “choradinho” de Juninho, que ampliou a vantagem anilada. O jogo ainda ganhou ares dramáticos quando aos 25min, Mike descontou para o Paysandu, mas nem a pressão dos paraenses foi capaz de tirar a primeira vitória na temporada e a classificação anilada na sua terceira disputa de Copa do Brasil. Agora, o Anilado volta as atenções para o duelo contra o São Paulo-RG, na segunda-feira, às 20h30, no Vale, quando a vitória será obrigação e fundamental para a retomada no Gauchão.

Noite de festa

A torcida embalou o Noia durante a partida. Foram cerca de 1,2 mil torcedores na arquibancada do Estádio do Vale. Depois do apito final a festa foi grande. “A torcida que veio em peso deu um show e apoiou o Noia até o final. A gente sabia que o time ia se recuperar, e essa vitória na Copa do Brasil dá um novo ânimo para o elenco”, comemorou o jornalista Jauri Belmonte, de 25 anos.

COTAÇÃO (por Bruno Colombo)

Noia

Foi aguerrido e melhorou bastante. Deu vontade de ver o Noia de guerra. Nota 8

Michel Alves - Seguro e eficiente. Agora o Noia tem goleiro. Nota 6

Lito - Atuação regular. No um contra um foi envolvido em quase todas jogadas. Nota 5

Talis - Um guerreiro. Botou a alma em campo e ainda marcou o primeiro gol. Nota 7

Júlio Santos - Discreto nas jogadas defensivas, mas não comprometeu. Nota 5

Assis - Tem muita qualidade na batida, mas ontem esteve abaixo. Nota 5

Tiago Ott - Fez o simples e teve participação ativa no meio de campo do Noia. Nota 6

Diogo Oliveira - É brigador. Mas só isso não é o suficiente. Precisa se encontrar. Nota 5

Zotti - Diferenciado. Iniciou a jogada do primeiro gol e tem muita qualidade. Nota 7

Juninho - Sempre participativo, na defesa e no ataque. Marcou o segundo do Noia. Nota 7

Jean Silva - O cara do jogo. Rápido e eficiente nas jogadas ofensivas. Nota 8

Flávio Torres - Até tem vontade... Mas não dá para ser titular. Nota 4

David - Entrou para reforçar o sistema defensivo, mas foi pouco participativo. Nota 4

Raphael Toledo - Boa opção para a segunda etapa. Entrou bem e criou jogadas. Nota 6

Branquinho - Foi acionado o tempo todo assim que entrou em campo, e deu boa resposta. Nota 6

Técnico
Beto Campos fez algumas mudanças na equipe que surtiram efeito. No segundo tempo, suas alterações foram acertadas. Nota 7.



Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS