Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

Anilado

Sem tempo para adiar as vitórias no Gauchão

Noia está em situação complicada no Estadual e terá seis decisões pela frente
06/02/2018 22:32 06/02/2018 22:35

Juarez Machado/GES
Anilado ainda não conseguiu vencer no Campeonato Gaúcho, e teve uma atuação desastrosa no empate com o São Paulo-RG
Nem o mais pessimista diria que o atual campeão gaúcho passaria tanto trabalho no começo do Estadual deste ano. Em cinco rodadas do Gauchão até aqui, o Novo Hamburgo ainda não venceu e amarga a vice-lanterna da competição, com apenas dois pontos. O aproveitamento de 13,3% até o momento pode ser considerado lamentável para quem investiu mais que em 2017. Apesar da classificação à segunda fase da Copa do Brasil, o Noia não abre mão de uma ainda possível classificação entre os oito times que avançam no Campeonato Gaúcho, mas precisa melhorar muito o nível de futebol para alcançar isso. O fato é que com o que apresentou na última rodada, no confronto direto com o São Paulo-RG, na segunda-feira, no Vale, que terminou empatado por 0 a 0, os torcedores passaram a se preocupar com o fantasma do rebaixamento.

Se levar em consideração os quatro jogos contra a dupla Gre-Nal nas semifinais e finais do Gauchão passado, quando o Noia empatou os quatro jogos e venceu nas cobranças de pênaltis, o Anilado está há nove jogos sem vencer no Estadual. A última vitória foi pelas quartas de final contra o São José, quando o Noia venceu por 1 a 0 em casa. Na história do clube, apenas duas vezes o Noia começou com três derrotas e dois empates, em 1981 e 2013. Já em 2008, a pior arrancada teve quatro derrotas e um empate. O que serve de alento é que em nenhuma oportunidade o Noia foi rebaixado de divisão.

O grupo anilado se reapresenta na tarde desta quarta-feira, e terá uma semana completa para se recuperar física e psicologicamente. E antes de tentar a primeira vitória contra o São Luiz, no dia 18, no Gauchão, o Noia terá a Copa do Brasil. “O momento é difícil no Campeonato Gaúcho, mas temos que ter calma, e saber superar isso”, destacou o técnico Beto Campos, em entrevista coletiva na segunda-feira.

A calculadora já está pegando

Alan Machado/GES
Noia Aproveitamento
Em cinco rodadas até aqui, 15 pontos estiveram em disputa no Estadual. Ano passado, o Noia era líder com a pontuação máxima do período. Com dois empates (Juventude e São Paulo-RG) e três derrotas (Caxias, Inter e São José), só dois pontos foram somados. Conforme o pesquisador e plantão esportivo da Rádio ABC, Dênis Olinto, para que o Anilado se garanta na elite do futebol gaúcho seriam necessários 11 ou 12 pontos, e para classificar entre os oito melhores, 13 ou 14 pontos. No atual cenário, devido aos constantes empates e aproveitamento das equipes em cinco rodadas, 9 pontos seriam necessários para escapar do Acesso, mas essa pontuação é ilusória, pois ano passado Ypiranga e Passo Fundo foram rebaixados com essa pontuação. O Brasil-Pel escapou com 10 pontos, e o São José se classificou com 13.

Adversário na Copa do Brasil sai nesta quarta

Sai na noite desta quarta-feira o adversário do Noia na segunda fase da Copa do Brasil. A partir das 21h30, o CRB, de Alagoas, vai encarar o União Rondonópolis, na Arena Pantanal, em Cuiabá. Mas e o Dom Bosco? Conforme decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o União Rondonópolis recebeu nove pontos perdidos na justiça, dois meses depois do término da Copa da Federação Mato-Grossense de Futebol (FMF) 2017. Com a pontuação, houve mudanças nos semifinalistas da competição, saiu o Mixto e entrou o União, do técnico Bolívar. Assim, na semana passada, Dom Bosco e União Rondonópolis reeditaram apenas a semifinal da Copa FMF. Após uma vitória por 1 a 0 para cada lado, o União venceu o adversário por 6 a 5 e garantiu a quarta vaga do Mato- Grosso na Copa do Brasil. Além do Inter, o Juventude também aguarda seu adversário na competição, que sairá hoje do confronto entre Ceilândia e Avaí. 

ANILADAS

Além dos resultados abaixo do esperado neste começo de temporada, o Noia chegou à terceira baixa na equipe contra o São Paulo-RG. O zagueiro Talis, que marcou dois gols (Gauchão e Copa do Brasil) e estava se destacando nas bolas aéreas defensiva e ofensiva, sofreu uma torção no tornozelo esquerdo. Conforme o médico anilado, Paulo Bergamin, os exames completos do atleta ainda não haviam chegado ontem, mas a tendência é que o jogador fique pelo menos três semanas afastado dos gramados.

Quem segue fora do time também é o centroavante Edson Reis, que teve um edema ósseo e lesão ligamentar no pé-direito. Ele deve ficar mais duas semanas fora de combate. O meia Preto, já liberado pelo Departamento Médico, fica a critério da comissão técnica.

O novo atacante Ricardo Lobo iniciou na tarde de terça-feira os treinos no Estádio do Vale sob comando do preparador físico Rafael Dias e o auxiliar Jonas Hoff.

Alan Machado/GES
Noia Decisões


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS