Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Polícia

Falsário preso durante ação contra o tráfico em Novo Hamburgo

Homem de 31 anos registrou até veículo com nome falso
12/02/2018 13:37 12/02/2018 13:38

Uma operação da Polícia Civil contra o tráfico de drogas em Novo Hamburgo no final de semana acabou revelando a farsa de um morador do Centro da cidade. Com uma extensa ficha criminal, o homem de 31 anos “escondia” os delitos usando novos documentos em nome de uma pessoa que não existe.

Durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão em sua residência, que  ousadamente fica a alguns metros da Central de Polícia, os agentes encontraram os  documentos originais, além de drogas e um revólver calibre 22.

Com o homem também estava um Audi A3, com placas de Novo Hamburgo, que ele negociava com a falsa identidade. “Ele conseguiu fazer um registro no tabelionato, alugar uma casa e até registrar um veículo com esse nome falso”, explicou o delegado Tarcísio
Kaltbach, acrescentando que foi preso por falsidade ideológica, uso de documento falso, posse de droga e posse de arma de fogo.

IDENTIDADE

Nascido em São Leopoldo, ele levava documentos de uma pessoa natural de Curitiba, Paraná. O RG ainda havia sido expedido em Minas Gerais. Segundo o delegado, nestes dois Estados e no Rio Grande do Sul não existe uma pessoa com este nome e sobrenomes estampados nos documentos. “Vamos apurar se ele já não cometeu outros crimes com esta documentação falsa”, cita.

Em sua ficha original, ele tem antecedentes criminais por homicídio, roubo de carga, receptação, tráfico de drogas e roubo de veículo, delitos cometidos em Novo Hamburgo
e Portão. Condenado por furto qualificado, ele já cumpriu sentença de dois anos na Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ). Detido na cela da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Novo Hamburgo, ele aguardava transferência para o sistema prisional.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS