Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Em todo o País

Igreja Católica discute a violência na Campanha da Fraternidade deste ano

Assunto foi escolhido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)
13/02/2018 12:57 13/02/2018 13:00

CNBB/Divulgação
Campanha da Fraternidade da CNBB
Amanhã a Igreja Católica dá início a mais uma Campanha da Fraternidade em todo o Brasil. Em consonância com a situação do País, o tema escolhido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para a reflexão é Fraternidade e Superação da Violência e o lema Vós sois todos irmãos, com base do evangelho de São Mateus, capítulo 23, versículo 8. A campanha sempre é lançada na Quarta-feira de Cinzas, data em que marca a Quaresma, período de 40 dias que antecede a Semana Santa, finalizada no domingo de Páscoa. Na Catedral São Luiz Gonzaga, em Novo Hamburgo, a missa de Quarta-feira de Cinzas será realizada em dois horários, ao meio-dia e às 18h30.

De acordo com a CNBB, um dos objetivos deste ano é construir a fraternidade, promovendo a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, à luz da Palavra de Deus, como caminho de superação da violência. Para o bispo dom Zeno Hastenteufel, mais que nunca é necessário meditar sobre a violência urbana. De acordo com ele, a cada domingo uma reflexão diferente deve marcar as missas, com mensagens sobre a situação de violência que a sociedade enfrenta.

Na Diocese de Montenegro, a abertura da campanha também será amanhã, às 20 horas, na Catedral São João Batista, com missa presidida pelo bispo Dom Carlos Romulo. Na celebração, também será lançado o novo plano diocesano de pastoral. Ao longo de mais de cinco décadas, diversos temas foram abordados, sempre focados nas questões da Igreja e da população brasileira.

Saiba mais

A Campanha da Fraternidade foi idealizada em 1961, no nordeste, mas passou a ser realizada em todo o Brasil a partir de 1964. De 1964 a 1972, a campanha foi centrada nas questões da própria Igreja. De 1973 a 1984, abordou de forma ampla as questões sociais do Brasil. A partir de 1985 começou a abordar as questões sociais de forma mais específica. A partir do ano 2000, começaram a ser promovidas também, a cada cinco anos, as campanhas ecumênicas, em parceria com as denominações afiliadas ao Conselho Nacional de Igrejas cristãs. Assim, foram ecumênicas as campanhas de 2000, 2005 e 2010.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS