VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Negócios e Mercado

Usaflex de Igrejinha fecha 2016 com nova direção

Empresa passou 69% do controle acionário para grupo de investidores.

A Usaflex, de Igrejinha, encerra 2016 sob nova direção e com planos grandiosos para os próximos anos. A fabricante de calçados femininos com conforto vendeu 69% do controle de sua operação para a WSC Participações S.A., empresa controlada pelo fundo de Private Equity Axxon Group em parceria com o co-investidor Sergio Bocayuva. A partir desta negociação, consolidada recentemente, a companhia passa a ter Sergio Bocayuva como CEO, além de dois novos diretores – Marcelo Cavalheiro e Mafaldo Jr., todos ex-sócios do Axxon Group no Mundo Verde (rede de varejo de alimentação saudável), acrescentando à gestão da Usaflex experiência e know-how nos mercados de varejo e franquias.
Transição
Os atuais diretores da empresa, bem como seus fundadores, permanecem na operação, com destaque para o sócio-fundador Juersi Lauck, que se dedicará principalmente à área de P&D e às atividades inerentes à transição do novo time de gestão e à formação do novo Conselho de Administração da empresa.
Crescimento acelerado
Sergio Bocayuva destaca também que a Usaflex já tem um posicionamento consolidado no Brasil, com uma marca renomada e um público extremamente leal no segmento conforto, a nível nacional. Segundo ele, tal posição se deve a um modelo de gestão diferenciado,
no qual executivos e colaboradores demonstram total comprometimento com valores como inovação, tecnologia, qualidade e sustentabilidade.
A partir do investimento da WSC na empresa, serão também adotadas práticas de governança corporativa em linha com o modelo adotado por companhias de capital aberto. Para Juersi Lauck, a entrada dos novos investidores não só irá fortalecer um processo de melhoria de governança, iniciado em 2013, como também possibilitará a injeção do capital necessário para suportar um crescimento acelerado da empresa. “A aquisição nos possibilitará aproveitar novas oportunidades de mercado, não descartando, inclusive, uma possível abertura de capital no futuro. Mas isso só deveria ocorrer num prazo estimado de cinco a sete anos, após o amadurecimento dos investimentos realizados e da retomada do varejo nacional”, explica.

Fast food ganha a preferência na crise

Com menos dinheiro no bolso, consumidor muda hábitos .

A recessão econômica do País atingiu todos os setores. Restaurantes e shopping centers sentiram a diminuição no movimento, que também foi percebida nos mais diversos estabelecimentos comerciais. Os últimos meses foram desafiadores aos empresários verde-amarelos, que descobriram, ainda, outras mudanças no comportamento das pessoas.
O franqueado das três unidades do McDonald’s em Novo Hamburgo, Rogério Barbi, destaca que o cliente de shopping já não vai mais ao centro de compras. “Cada ida é uma grande tentaação, e para não cair nessa isca, a ida, muitas vezes, é adiada”, fala Barbi, ao salientar que o mercado de alimentação rápida teve uma migração de clientes nesse período.
“Aqueles que, normalmente, frequentavam fast-foods, acabaram deixando esse hábito por causa do cenário. Mas esse vácuo foi substituído por pessoas que acabavam preferindo mais os restaurantes de talheres”, frisa, ao destacar que o drive trhu ajuda a aumentar o número de clientes, por ser um serviço que facilita e traz comodidade às pessoas.
Expansão
Outro fator que colaborou e continua auxiliando a atrair clientes para as unidades são as parcerias feitas pelo McDonald’s. “Elas trazem relevância para ambas as marcas associadas. Além disso, algumas são exclusivas”, ressalta Barbi, que revela a pretensão de todo o
franqueado: ampliar a sua região de atuação. “Pretendo expandir a minha rede de quatro unidades, composta pelas três hamburguenses e a franquia do shopping de Canoas. Ainda não posso divulgar, mas cidades da região estão na minha mira”, antecipa.
Além das parcerias destacadas pelo empresário, os lanches e as novidades da marca são, por si só, grandes atrativos. Atento às demandas e às mudanças dos hábitos de consumo, o McDonald’s lançou, nesta semana, o terceiro sanduíche da linha Signature: o Crispy Onion Barbecue. A opção gastronômica da multinacional, que chegou ao mercado brasileiro no
início do ano, vai de encontro com a moda gourmet, que invadiu o País nos últimos anos juntamente com os food trucks.
E a novidade foi apresentada à região, ontem, durante coletiva de imprensa na unidade do McDonald’s na Avenida Nações Unidas, em Novo Hamburgo. Feito especialmente para agradar os amantes de sanduíches premium, o novo sabor faz parte da estratégia de atrair, cada vez mais, o consumidor mais exigente.

Abicalçados entrega sapato a Temer

Entidade calçadista cumpre promessa depois de presidente comprar sapato na China.

Após comprar um sapato chinês em viagem oficial e causar desconforto nos calçadistas brasileiros em setembro, o presidente Michel Temer ganhou quatro pares de calçados nacionais. “Foi ótima a reunião”, comemora o presidente-executivo da Abicalçados, Heitor Klein. Em conversa por telefone com esta coluna, o executivo detalhou como foi a audiência, nesta terça-feira (8), com o presidente Michel Temer em Brasília. “Fomos fazer uma visita de cortesia, se apresentar como setor para ele”, conta, reiterando que os empresários manifestaram apoio às reformas lideradas pelo chefe do Executivo brasileiro. Para a comitiva calçadista – que contou com lideranças dos polos do Rio Grande do Sul, Bahia, Minas Gerais e São Paulo – as medidas são fundamentais para que o País possa voltar a crescer. “O setor está pronto para, de alguma maneira, contribuir para esse desenvolvimento”, garante Klein.
Durante os 40 minutos de conversa com o chefe do Planalto, a comitiva calçadista entregou quatro pares de presente para a família Temer. O presidente recebeu um sapato social da marca Radamés, de Franca. A primeira-dama foi presenteada com um modelo da Werner, de Três Coroas. Já o Michelzinho, filho de Temer, ganhou dois tênis: um da Bibi, de Parobé, e outro da Klin, de Franca.
DRAMA ARGENTINO
Mesmo depois da audiência, Heitor Klein e o presidente do Conselho da Abicalçados, Rosnei Alfredo da Silva, continuam na capital federal. Eles se reúnem, nesta quarta pela manhã, com o embaixador da Argentina no Brasil para encontrar uma solução ao impasse dos hermanos aos calçados brasileiros. “Queremos resolver essa situação para as vendas de Natal”, reitera Klein.

Mudança na Mahindra de Dois Irmãos

Braço americano da montadora indiana assume comando da marca no Brasil.

Inaugurada em 2013, a operação brasileira da fábrica de tratores localizada em Dois Irmãos passa a ser gerida pelo braço americano da montadora indiana, assim como já ocorre com as operações do México e do Canadá. A mudança no comando será detalhada nesta quarta-feira, dia 9, em Porto Alegre, pelos executivos Mani Iyer, CEO da Mahindra Estados Unidos, e Jak Torretta Junior, diretor-geral de Operações da Mahindra Brasil. Segundo a empresa, a ideia é retomar os investimentos no Estado.

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS