Compartilhar...

VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
São Leopoldo

Jovem morto em festa estava armado e se envolveu em briga, diz polícia

Arma que seria de Murilo Zinth, no entanto, não foi encontrada pela polícia
Foto: Reprodução/Facebook
A morte do jovem Murilo Silveira Zinth, 22, após ser baleado durante uma festa na Estrada do Socorro, no bairro Arroio da Manteiga, na madrugada de domingo (27) segue sendo investigada pela Delegacia de Polícia de Homicídios (DPH) de São Leopoldo. Testemunhas ouvidas informalmente pela polícia ainda no dia do crime afirmaram que Zinth estava armado e que teria se envolvido em uma discussão antes de ser atingido por três tiros pelas costas. O autor dos disparos, que ainda não foi identificado, fugiu do local.
De acordo com o chefe da investigação da DPH, Odilei Betanin, Zinth teria acabado de chegar à festa, quando um homem com o qual ele havia tido um desentendimento meses atrás, se aproximou, dando um soco no teto do carro do jovem. Zinth então teria descido do veículo com a arma na cintura, momento em que iniciou a confusão. “Os amigos tentaram segurar ele. No entanto, dispararam a arma para o chão três vezes. Os tiros atingiram as mãos dos amigos que se afastaram. Foi então que alguém atirou pelas costas do Murilo”, explica Betanin.
Segundo o investigador, foram oito tiros disparados, sendo que três atingiram a vítima. A arma que supostamente seria de Zinth não foi encontrada. O jovem ainda foi socorrido por amigos ao Hospital Centenário, mas não resistiu aos ferimentos. O sepultamento do corpo do jovem ocorreu na manhã desta segunda-feira (28) no Memorial Ecumênico Cristo Rei sob forte comoção de parentes e amigos.
Local de festa já foi cenário de duplo homicídio 
Segundo a Polícia, Zinth, não tinha antecedentes criminais. No perfil do jovem no Facebook, amigos e parentes demonstraram indignação com a violência e o descreveram como uma pessoa alegre, companheira e muito querida. Murilo era pai de uma menina, trabalhava como vendedor em um supermercado e participava de grupos e encontros de admiradores de carros rebaixados.
O local onde Zinth foi baleado é o mesmo onde há sete meses foram assassinados os irmãos Alexandre e Felipe Klein Schweig de 20 e 27 anos. O mais jovem atingido por vários disparos de arma de fogo e o outro com uma facada no pescoço. Um suspeito do crime foi preso em setembro passado.
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS