Jornais
FECHAR
  • Jornal VS
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
  • Correio de Gravataí
Grupo Sinos
Publicado em 01/06/2015 - 17h30
Última atualização em 01/06/2015 - 18h05

Melhores da Mostratec recebem Prêmio Jovem Cientista

Cerimônia foi na Assembleia Legislativa do Estado na segunda-feira (1º)

Foto: Luis Eduardo Selbach/ Liberato
Novo Hamburgo - 
Os três alunos com melhor desempenho individual na 29ª Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), desenvolvida pela Fundação Liberato Salzano Vieira da Cunha, de Novo Hamburgo, receberam na segunda-feira (1º) o Prêmio Jovem Cientista. A cerimônia foi na Assembleia Legislativa do Estado, e a entrega foi feita pelo presidente da casa, deputado Edson Brum, na companhia do secretário executivo da Liberato, Ramon Fernando Hans.
 
A premiação consiste no custeio da viagem para participação dos alunos na 67ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), de 12 a 18 de julho, na Universidade de São Carlos, interior de São Paulo. Lá os jovens têm programação de eventos científicos, onde travam intercâmbio com pesquisadores e estudantes do País e do exterior.
 
Os trabalhos
1.º lugar: Bibiana da Costa Davila, 19 anos, desenvolveu o projeto “Software de Auxílio na Produção de Textos Narrativos”, com o objetivo de criar uma plataforma para auxiliar os alunos das séries iniciais do Ensino Fundamental nas produções textuais. Bibiana teve como orientadora a professora Rafaela Boeff Vargas e como coorientador o professor Augusto Mombach.

2.º lugar: Magnus Felipe Beuren, 22 anos, que criou o protótipo de um sistema sustentável de manejo da água, o Reúse, destinado à reutilização da água consumida nos ciclos da máquina de lavar roupas. O projeto armazena água dispensada pela máquina de lavar em um reservatório móvel com uma eletrobomba centrífuga para a drenagem da água. Orientador: Valdir Comin Righi.

3.º lugar: Bruno Klein, 22 anos, desenvolveu o projeto Buracos Monitor, um sistema facilitador da comunicação entre os cidadãos e as prefeituras de suas cidades. Com a utilização dos recursos de um smartphone, do sistema operacional Android, criou um aplicativo que utiliza dados geográficos para catalogar e monitorar problemas em vias públicas. Orientador: Márcio Souza Momberger.

Publicidade