Jornais
FECHAR
  • Jornal VS
  • Diário de Canoas
  • Jornal de Gramado
  • Diário de Cachoeirinha
  • Correio de Gravataí
Grupo Sinos
Publicado em 19/10/2015 - 15h12
Última atualização em 19/10/2015 - 15h30

Pintor é indiciado por tripla tentativa de homicídio por balear família

Segundo Polícia Civil, Dirceu Pereira Brum, conhecido como Cowboy, atirou contra o carro onde estavam mãe e filhos

Foto: Polícia Civil/Divulgação
Cowboy se entregou à polícia
O pintor Dirceu Pereira Brum, conhecido como Cowboy, de 36 anos, foi indiciado por tentativa de triplo homicídio no caso de mãe e filho baleados em Novo Hamburgo. A Polícia Civil remeteu na sexta-feira o inquérito à Justiça, que foi recebido nesta segunda-feira (19) pelo Ministério Público. O órgão tem cinco dias para se pronunciar se acata a denúncia. 
 
Cowboy é apontado pela Polícia Civil como sendo o autor do disparo que feriu a estudante de Direito Ana Cristina Nalovaiko e o filho Gustavo Nalovaiko Neves, 12. O caçula, de 9 anos, não foi atingido. O crime aconteceu na noite de 27 de setembro, depois que o carro da família foi perseguido por quase 10 km – da saída do I Fashion Outlet até o portão do condomínio na família, no bairro Ouro Branco. Ana Cristina foi atingida no abdômen e perdeu 30% do fígado. Já Gustavo ficará com os movimentos de um dos pés limitados. 
 
Segundo o delegado Enizaldo Plentz, que conduziu o inquérito, a motivação do crime foi briga de trânsito. Mesmo fechando o inquérito, o titular da Delegacia de Homicídios de Novo Hamburgo, disse que ainda aguarda novas provas. Cowboy está preso na penitenciária de Montenegro.
Se o Ministério Público aceitar a denúncia, Cowboy será julgado por tripla tentativa de homicídio com a qualificadora de motivo fútil e pode pegar penas somadas de 24 a 60 anos. Ele já está condenado a 4 anos e 2 meses por tentativa de homicídio em 2001 e a 13 anos por homicídio em 2002, ambos no bairro Roselândia, mas nunca chegou a cumprir as penas.
 

Imagens

  • Carro de Ana Cristina também já foi periciado - Polícia Civil/Divulgação

  • Placa do Corolla usado por atirador tem marca de impacto contra engate de reboque do carro de Ana Cristina - Polícia Civil/Divulgação

  • Ana Cristina Nalovaiko - Facebook/ Reprodução

  • Dirceu se entregou à Polícia na noite de quinta-feira - Inézio Machado/GES

  • Dirceu é conhecido como Cowboy e estava foragido por tentativa de homicídio - Inézio Machado/GES

  • Dirceu deixa a Central de Polícia de Novo Hamburgo após depoimento - Inézio Machado/GES

  • Dirceu Pereira Brun foi levado para a Penitenciária de Montenegro - Inézio Machado/GES

  • Acusado de atirar em mãe e filho, Dirceu Pereira Brun deixa Delegacia após depoimento - Inézio Machado/GES

 

Publicidade