Publicidade
Notícias | Região Segurança Pública

Esboço do projeto do cercamento eletrônico deve ser entregue até a próxima sexta-feira

Prazo foi definido em uma reunião na noite desta segunda-feira (22). Intenção é concluir projeto até dia 30/5, terça-feira

Por Amilton Belmonte
Última atualização: 22.05.2017 às 23:14

Amilton Belmonte/GES-Especial
Prefeitos da AMVRS reunidos com o secretário de Segurança Pública, Cezar Schirmer, nesta manhã
O esboço do projeto de cercamento eletrônico do Vale do Sinos, que integra uma iniciativa fundamental no combate ao furto e roubo de veículos e a outros delitos na região, deve ser entregue até a próxima sexta-feira (26). A intenção é concluir o projeto até dia 30/5, terça-feira. O prazo apertado de dez dias, exigido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) para que o Estado indique onde irá alocar a verba de 65 milhões de reais oriunda de emendas da bancada federal gaúcha para a área de segurança, destinadas a 132 cidades, sendo R$ 4,452 milhões para a região, fez com que as prefeituras criassem uma verdadeira força-tarefa.

O projeto vai englobar inicialmente seis cidades que integram a Associação dos Municípios do Vale do Rio do Sinos (AMVRS) e que tiveram a destinação do recurso: Novo Hamburgo, Campo Bom, Dois Irmãos, Lindolfo Collor, São Leopoldo e Sapiranga. As demais ficam para a segunda etapa que só será possível após o alcance de novos recursos junto à bancada federal gaúcha.Com todas as orientações definidas até a segunda (29), o projeto final deve ser apresentado ainda na terça-feira da semana que vem (30). Segundo a AMVRS a empresa que fará o projeto do cercamento eletrônico já havia sido contratada e participou de uma reunião hoje (22) à noite entre representantes das seis prefeituras para conseguir fazer o trabalho dentro do novo prazo previsto.

Entenda

O cercamento eletrônico do Vale do Sinos, item fundamental no combate ao furto e roubo de veículos e também de outros delitos é uma demanda da região. Em reunião nesta segunda-feira (22), na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP), em Porto Alegre, o secretário Cezar Schirmer confirmou a liberação das verbas oriundas das emendas parlamentares federais a prefeitos ligados à Associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos (AMVRS) e também à Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal).

O impasse maior reside no curto prazo dado pelo Ministério da Justiça para a inserção do projeto de cercamento eletrônico no Sistema Siconv, dada à complexidade das especificações técnicas e, na prática, à inexistência de um projeto básico para o cercamento eletrônico na região.

Alternativas

Uma das alternativas é a adesão ao projeto de cercamento eletrônico que a cidade de Canoas já tem pronto, o que criaria um corredor de videomonitoramento na BR-116 e municípios cortados pela rodovia. Outra saída seria o uso dos recursos para a compra de viaturas e equipamentos para a área de segurança. A terceira alternativa seria a apresentação do projeto técnico em dez dias, o que é praticamente impossível, dado o prazo, já que seria necessário, pelo menos, 90 dias.

*Com Juliana Nunes

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.