Publicidade
Opinião Opinião

Etiqueta na roda de chimarrão: conheça as regras

Leia artigo de Heda Seffrin

Última atualização: 11.07.2017 às 21:51

Arquivo/GES
Conheça as etiquetas na hora de matear com os amigos

Heda SefrinAcredite, a roda de chimarrão também tem a sua etiqueta. É um ato de confraternização, com a participação de amigos. Além do ritual, o consumo da bebida pode ser prazeroso e estimulante. Algumas regras são adotadas, como: esqueceu a cuia na mão, arrumou o topete da erva, mexeu com a bomba ou demorou demais com a cuia na mão? Você pode ter abalado sua fama entre os mateadores. Vejam só!

É falta de educação pedir um chimarrão? Você deve sugerir que gostaria de tomá-lo. A etiqueta sugere sentar-se à esquerda do cevador, assim a roda de chimarrão segue o ritmo normal até chegar até você.

Quem é pealador de mate? É aquele que vai trocando de lugar para tomá-lo mais de uma vez durante a rodada.

Como devo receber a cuia do chimarrão? Deve receber e devolver com a mão direita, e se a mão direita estiver impedida, peça desculpa. Não converse demais com a cuia na mão, isso atrasa o bom andamento da roda do chimarrão. Se estiver comentando algo interessante, entregue a cuia e continue a sua história.

Se o chimarrão estiver entupido, como devo proceder? Deve devolvê-lo a quem o preparou. É falta grave mexer na bomba e tocar na erva.

Se na roda uma senhora estiver de batom? O cevador deve limpar a bomba a cada vez que ela tomar o mate.

Para servir existe alguma regra? Sim. Segure a cuia com a mão esquerda e chaleira ou térmica com a direita. Devolva quando “roncar”, cujo som indica o término da água na cuia.

Se tenho necessidade de me retirar, ou não quero mais tomar o chimarrão, como faço? Agradeça o chimarrão ao cevador (aquele que preparou o mate) e retire-se cumprimentando todos.

Heda Seffrin consultora de etiqueta e gastronomia

heda@artecozinha.com.br

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.