Publicidade
Notícias | Rio Grande do Sul Atração turística

Visibilidade do Salto do Yucumã está garantida após determinação de vazão no Rio Uruguai

Usina Hidrelétrica do Foz do Chapecó terá que manter fluxo de água que não oculte a queda

Última atualização: 25.01.2018 às 11:15

Agência ALRS
Salto de Yucumã, no Rio Uruguai, é considerado a maior queda d'água longitudinal do mundo, com 1,8 km de extensão

Depois de grande mobilização para alertar as autoridades sobre os problemas no Salto do Yucumã, inclusive com a realização de audiência pública na Assembleia Legislativa há dois anos, as primeiras medidas para contornar a situação começam a ser efetivadas. De acordo com a resolução nº.4 da Agência Nacional de Águas (ANA), em períodos de baixas vazões de afluentes ao reservatório da Hidrelétrica Foz do Chapecó, a descarga do mesmo deverá ser mantida igual ou inferior a 1.000 metros cúbicos por segundo das 12 horas de sexta-feira até às 12 horas do domingo de cada semana. A resolução foi publicada no dia 18 de janeiro no Diário Oficial da União e tem validade por 180 dias.

A resolução determina que o agente responsável pela operação da Hidrelétrica informará à Secretaria de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do RS a programação de defluências da usina no período no qual é indicada a descarga mínima. Essa comunicação deverá se dar por meio de informe semanal até no máximo meio-dia de quinta-feira. No caso da caracterização de um período de baixas vazões de afluentes ao reservatório de Foz do Chapecó, deverá ser informada também a vazão defluente (de saída) máxima prevista para o período.

A decisão considerou a importância de serem fixadas condições de operação na bacia do rio Uruguai que visem conciliar os usos múltiplos da água, especialmente as necessidades dos Setores elétrico e do turismo local.

A Agência levou em conta os resultados dos testes de operação do reservatório da UHE, realizados nos períodos de 28 de abril a 1º de maio e de 17 de agosto ao dia 19 do mesmo mês no ano passado.

Maior salto longitudinal do mundo

Situado dentro do Parque Estadual do Turvo, no município de Derrubadas, no noroeste do Estado, o salto tem 1,8 km de extensão e quedas d'água que chegam até 15 metros de altura. Um canal, com largura de 30 metros e profundidade entre 90 a 120 metros, escoa as águas do Rio Uruguai junto à fronteira com a Argentina.

O salto está aberto para visitação de quarta-feira à domingo, das 8h30 às 17 horas. Informações detalhadas podem ser obtidas no site da prefeitura de Derrubadas. O município fica a cerca de 470 km do Vale do Sinos.


Quer receber notícias como esta e muitas outras diretamente em seu e-mail? Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.