Publicidade
Notícias | Rio Grande do Sul Saúde

Cresce alerta contra febre amarela na região

Procura por vacina aumenta, mas Estado afirma que não há casos há nove anos no RS

Por Juliana Nunes
Última atualização: 26.01.2018 às 07:19

Com casos comprovados de febre amarela no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Distrito Federal, que já resultaram em 53 mortes, aumentou a procura por imunização nos municípios gaúchos. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde (SES), não há motivo para pânico ou para correria no Estado, que não registra casos da doença há pelo menos nove anos. Embora o risco seja pequeno, a SES garante que a cobertura da vacina atinge hoje cerca de 70% da população do Rio Grande do Sul.

Em Novo Hamburgo, a demanda pela vacina aumentou nas últimas duas semanas, quando foram imunizadas 1,5 mil pessoas, de acordo com a Gerência de Vigilância em Saúde, vinculada à Secretaria Municipal de Saúde. A Gerência informa ainda que a vacina está disponível em toda a rede de municipal. Além disso, haverá nova reposição de estoque hoje, com mil doses a serem distribuídas nas 24 unidades de saúde do Município.

O enfermeiro responsável pelo Setor de Imunizações em Novo Hamburgo, Edson Luis da Silva, explica que um frasco de dose da vacina contra a febre amarela pode ser usado em até dez pessoas. “A partir do momento que a gente abre o frasco, temos que vacinar até dez pessoas em até seis horas. É uma forma de aproveitamento, pois não adianta abrirmos um frasco para apenas uma pessoa”, explica. No ano passado, foram aplicadas 10.793 doses, uma média de 900 doses por mês.

Na região

*Igrejinha, Dois Irmãos e Parobé não retornaram

Sobre a vacinação

A imunização contra febre amarela integra o Calendário Nacional de Vacinação e deve ser administrada em dose única, preferencialmente aos 9 meses de idade até os 59 anos. Idosos acima dos 60 anos e gestantes devem ser avaliados por um médico antes. Há restrições para diversos pacientes e para quem faz quimioterapia. Alérgicos a ovo não podem tomar a vacina. Antes de tomar a vacina, consulte um médico.

Sobre a vacinação

A imunização contra febre amarela integra o Calendário Nacional de Vacinação e deve ser administrada em dose única, preferencialmente aos 9 meses de idade até os 59 anos. Idosos acima dos 60 anos e gestantes devem ser avaliados por um médico antes. Há restrições para diversos pacientes e para quem faz quimioterapia. Alérgicos a ovo não podem tomar a vacina. Antes de tomar a vacina, consulte um médico.


Receba notícias diretamente em seu e-mail! Clique aqui e inscreva-se gratuitamente na nossa newsletter.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.