Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Motores
Lançamento

Retorno em grande estilo

Versão 4x4 do EcoSport chega ao mercado por R$ 99,99 mil em um pacote repleto de estilo e com nome próprio: Storm
14/02/2018 16:23 14/02/2018 16:23

Porto Feliz, São Paulo - A configuração 4x4 do EcoSport está de volta ao mercado trazendo muito mais que a tração nas quatro rodas. Cheia de personalidade, a Storm chega em março por R$ 99,99 mil cheia de diferenciais estéticos. Sob o capô, o eficiente motor 2.0 com injeção direta de 176 cv que atua em conjunto com a transmissão automática tradicional de seis marchas.


O modelo foi apresentado nos últimos dias 6 e 7 no Hotel Fasano, localizado na Fazenda Boa Vista, em Porto Feliz, onde os milionários paulistas têm luxuosas mansões. Um lugar propício para mostrar o novo topo de linha da gama, que agora fica acima da Titanium (R$ 96,99 mil).


A versão 4x4 desta geração havia sido lançada em 2013, com motor 2.0 Duratec de 141 cv/147 cv e câmbio manual de seis marchas – o que não se revelou uma atitude muito acertada, como reconhece a própria montadora. ‘‘Concluímos que o consumidor que compra um carro deste valor não abre mão da transmissão automática’’, observa a gerente de Produto da Ford, Adriana Carradori. E o bom é que se trata de um câmbio automático com conversor de torque, e não mais o Powershift de dupla embreagem. A meta é tornar-se uma opção 4x4 mais em conta do que concorrentes a diesel como o Jeep Renegade.

Pneus para o asfalto 

Ocorre que o pneu Pirelli Scorpion ATR de uso misto foi substituído em toda a linha pelo Michelin, que nesta versão é na medida 205 50 R/17 (as rodas aro 17’’ são exclusivas e têm acabamento em prata magnetic), projetados para o asfalto. A Ford sabe que o Eco tem utilização essencialmente urbana, mas especificamente na Storm deveria ter mantido o pneu de uso misto, que não está disponível nem como opcional.


Porém, durante o test-drive, o modelo se mostrou bastante estável tanto no asfalto quanto na terra (uma trilha bastante leve, diga-se de passagem), muito em parte pela suspensão traseira multilink e também às molas de rigidez progressiva. Entretanto, quem busca aventuras um pouco mais radicais terá que substituir os pneus por outros mais adequados.

Viagem a convite da Ford


Grade inspirada na F-150 Raptor


A Storm tem linhas fortes, seguindo a proposta do conceito de mesmo nome exibido no Salão do Automóvel de São Paulo em 2016. Inspirada na versão Raptor da F-150 norte-americana, a nova grade com o nome Storm é um dos principais diferenciais. Os faróis de xenônio têm máscara negra e a capa de estepe rígida na traseira também é exclusiva.

Porte mais encorpado


A Storm parece mais encorpada – e realmente é alguns ‘‘dedos’’ maior – que os outros modelos da linha. Apesar de ter a mesma carroceria, são os apliques plásticos que a deixaram 8,8 cm mais comprida (4,36 m) e 2 cm mais larga sem os espelhos (1,78 m). As rodas aro 17’’ posicionadas mais para fora da carroceria (mexeu-se apenas no off-set, e não no eixo) contribuem para aumentar a musculatura do veículo. Versão é apenas 0,8 cm mais alta que as demais. São quatro opções de cores, incluindo a nova marrom trancoso (que parece um tom de laranja, mas não é), além do branco ártico, prata dublin e preto bristol, mais discretas.

Tração inteligente


O sistema de tração inteligente 4WD funciona sem a necessidade de intervenção do motorista, distribuindo o torque entre as rodas para garantir mais eficiência e segurança sempre que necessário, em pisos irregulares e de baixo atrito como lama, areia, rampas e chuva. ‘‘Quando a tração nas rodas traseiras não é exigida, o carro funciona como 4x2. Sempre que maior aderência for necessária, até 50% do torque é enviado para as rodas traseiras’’, explica o engenheiro da montadora Daniel Camargo. Não é necessário acionar qualquer tecla, mas uma tela no painel mostra a distribuição de torque instantânea.

Detalhes em laranja

EcoSport Storm
Na cabine, o volante e os bancos em couro com pespontos em laranja são detalhes que conferem personalidade. A central multimídia Sync 3 conta com tela capacitiva de 8’’ e os recursos mais avançados da indústria, garante a Ford. Além de conectividade com Apple CarPlay e Android Auto, inclui comandos de voz para áudio, telefone e navegação com mapas do Brasil.

Teto solar entre os equipamentos de série

De série, versão traz sete air bags, Sync 3, controle de estabilidade com sistema anticapotagem, monitoramento de pressão dos pneus e teto solar elétrico. Vem também com faróis com luz diurna em LED e acendimento automático, acesso ao veículo sem chave com reconhecimento capacitivo, partida por botão, ar-condicionado automático digital, computador de bordo com tela de 4,2” no painel, câmera de ré, sensor de chuva, som premium da Sony com 9 alto-falantes e porta-malas com sistema inteligente de bagagem.


2.0 desenvolve 176 cv

O 2.0 Duratec Direct Flex ‘‘sobra’’ em todas as situações. O motor tem injeção direta de combustível e duplo comando variável de válvulas, além de bloco, cabeçote e cárter em alumínio. Sua potência é de 176 cv (no Focus, são 178 cv) com álcool e 170 cv com gasolina a 6.500 rpm, bem como torque de 22,55 kgfm e 20,61 kgfm, respectivamente a 4.500 rpm – números 15% maiores comparados ao 2.0 anterior. Segundo a Ford, esse propulsor permite acelerar de 0 a 100 km/h em 10,7 s (1,2 s mais lento que a Titanium, que demora 9,5 s). O sistema de partida a frio com etanol é o Easy Start.

Seis marchas


Da família 6F35, a transmissão automática de seis marchas é eficiente e tem funcionamento suave. Condutor tem opção de trocas via comandos no volante (paddle shift). A boa notícia é que não exige trocas de óleo, pois o fluído foi projetado para aguentar a vida útil do componente.

Peso extra


A Storm pesa 1.469 kg (110 kg a mais que a Titanium 2.0) e tem capacidade de reboque de 550 kg.


Jornal NH

Motores

por Adair Santos
abcmotores@gruposinos.com.br

Gasolina na veia - O tricampeão de Fórmula 1 Nelson Piquet sempre alardeava que nas suas veias não corria hemoglobina, e sim gasolina. Uma anomalia genética que atinge milhões de pessoas no mundo e, pelo jeito, não tem cura. Jornalista há 15 anos, Adair Santos é um desses anormais que literalmente respiram tudo que diz respeito a veículos. Editor do caderno Motores, que circula semanalmente às quartas-feiras no Jornal NH, Jornal VS e Diário de Canoas, é apaixonado por carros, motos e aviões - ou seja, tudo o que tem motor, exceto a maquininha de obturação do dentista. Motores invade a rede - Os carros recém-lançados, aqueles protótipos bizarros que talvez nunca cheguem às ruas, dicas úteis sobre veículos e testes exclusivos. Além da versão impressa, que circula semanalmente às quartas-feiras no Jornal NH, Jornal VS e Diário de Canoas, agora as notícias sobre veículos contam com este importantíssimo espaço virtual para serem divulgadas. Não deixe de participar mandando sugestões e, quem sabe, até um flagrante fotográfico de um veículo que ainda está em fase de testes e futuramente vai ser fabricado no Brasil. Eu e minha máquina - Se você tem orgulho da sua máquina, seja ela um carro antigo ou novo, motocicleta, um triciclo ou até bicicleta, envie sua foto. Junto, informe seu nome completo e idade, cidade onde reside, telefone para contato, marca, modelo, ano de fabricação do veículo e desde quando tem ele na garagem. Mas atenção: não vale mandar só a foto do carro ou moto, você também tem que aparecer na imagem. Então, mãos à obra: passe uma cera na lataria, um gel no cabelo e faça o registro fotográfico.

PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS