Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Blog do Ávila
Política

Ivoti tem 3.323 títulos eleitorais cancelados após cadastramento biométrico

Estes cidadãos estarão impedidos de votar em outubro se não regularizarem a situação até o final de abril
13/03/2018 14:10 13/03/2018 14:41

Detiana Pereira Custódio, chefe de cartório em Estância Velha Mesmo com o prazo alongado, por conta da eleição suplementar do ano passado, 3.323 eleitores de Ivoti deixaram de fazer o cadastramento biométrico e terão seus títulos cancelados pela Justiça Eleitoral. Conforme a chefe do Cartório Eleitoral de Estância Velha, que atende Ivoti, Detiana Pereira Custódio, os processos estão para conclusão da juíza Rosali Terezinha Chiamenti Libardi. Posteriormente, serão encaminhado ao Tribunal Regional Eleitoral, que faz o cancelamento. A partir daí, o eleitor tem até o final de abril para regularizar a situação. Se não fizer, fica impedido de votar no dia 7 de outubro. A Justiça Eleitoral ainda não finalizou a estatística para saber quantos, destes 3.323, são homens, mulheres e quais as faixas etárias.

 Quando abriu o período da biometria, Ivoti estavam com 16.122 eleitores. Destes, 12.799 atualizaram o cadastro. Com as transferências para o município e novas inscrições – para jovens que atingem os 16 ou 18 anos, por exemplo – atualmente são 16.576 eleitores aptos.

SÓ EM NOVEMBRO
 A Justiça Eleitoral faz um alerta aos cidadãos que ficaram sem títulos por desconhecerem a necessidade da biometria. É que, depois do prazo para regularização, que tem pouco mais de um mês e meio, o sistema será fechado, por conta das eleições gerais de outubro, e reaberto somente no mês de novembro. Nestes seis meses, o documento não é emitido ou renovado.


A FALTA QUE FAZ O TÍTULO

 No país onde não é necessário apresentar o título de eleitor na hora de votar – a Justiça Eleitoral aceita qualquer documento com foto – não estar com o documento em dia pode causar uma série de transtorno. Além de ficar impedido de votar, o cidadão não pode inscrever-se em concurso público, investir-se ou empossar-se neles; fica proibido de receber vencimentos, remuneração, salário ou proventos, se for servidor ou funcionário público; não pode participar de concorrência pública; não pode obter alguns tipos de empréstimo; não consegue obter Passaporte, Carteira de Identidade e CPF; fica impedido de matricular-se ou renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo; de praticar qualquer ato para o qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda; ou obter certidão de quitação eleitoral.


Jornal NH

Blog do Ávila

por João Ávila
joao.avila@gruposinos.com.br

João Ávila nasceu no dia 11 de novembro de 1966, em Novo Hamburgo/RS, onde mora até hoje. Passou a infância e a adolescência entre os bairros São José e Hamburgo Velho. O ingresso na carreira jornalística foi precoce, aos 16 anos, quando começou como repórter esportivo do Jornal NH. Ao longo de 26 anos atuou em diversas editorias. Passou, também, pela Rádio ABC 900 e TV Jornal NH. É graduado em Jornalismo pelo Centro Universitário Feevale. Desde dezembro de 2007 assina a Coluna de Política do Jornal NH, onde também desempenha a função de editor.

PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS