Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

Nova derrota

Noia à beira do abismo no Gauchão

Anilado levou 3 a 1 do Veranópolis, voltou à zona de rebaixamento do Estadual e agora depende também de resultados paralelos para escapar da queda
07/03/2018 22:59 07/03/2018 22:59

Adilson Germann/Adilson Germann/JEA Comunicação
Juninho marcou o gol anilado, mas o time acabou derrotado pelo Veranópolis
Complicado. O Novo Hamburgo já não depende apenas de suas forças para escapar do rebaixamento no Campeonato Gaúcho. Depois do título no ano passado, agora a equipe anilada briga na ponta de baixo da tabela. E com a derrota de 3 a 1 para o Veranópolis, na noite desta quarta-feira, na Serra gaúcha, a equipe hamburguense irá depender de resultados paralelos na última rodada para escapar da Divisão de Acesso.

Os anilados precisam torcer para que o Juventude perca para o São José na noite desta quinta para ter mais uma equipe brigando contra o rebaixamento. Assim, na última rodada, o Noia precisará vencer o Avenida, em Santa Cruz, e contar com tropeços de Cruzeiro e Juventude para fugir do rebaixamento. Com uma derrota do Cruzeiro na última rodada – ou do Ju, caso o time da Serra perca hoje –, até mesmo um empate com o Avenida salvaria o Anilado.

A defesa do Noia falhou muito diante do Veranópolis. Aos 25 minutos de jogo, Bertotto subiu sozinho na área anilada para marcar de cabeça: 1 a 0. Os hamburguenses correram atrás do empate, mas terminaram a primeira etapa em desvantagem. Logo no início do segundo tempo, aos 4min, Michel Alves falhou e aceitou um chute fraco de Juba: 2 a 0. Aos 33min, Juninho descontou em jogada individual. Mas já nos descontos, aos 49min, o Veranópolis marcou o terceiro gol com William: 3 a 1.

“É até difícil falar. Foi um jogo em que erramos e pagamos pelos nossos erros. Mesmo assim, o time brigou até o fim. Agora é levantar a cabeça e buscar força porque domingo já temos outra guerra, o jogo da vida, porque não passa pela nossa cabeça cair para a Segunda Divisão”, comentou o presidente anilado, Rosalvo Johann, o Maneca, após o jogo. “Sabemos das dificuldades que vamos enfrentar em Santa Cruz, mas futebol é assim. Hoje (ontem) foi um dia muito ruim para o Novo Hamburgo, mas vamos parabenizar a torcida que veio apoiar o time”, ressaltou o dirigente.

ANILADAS

“Temos que ir para Santa Cruz para fazer desse limão azedo uma limonada. Temos que fazer o resultado e, a partir disso, talvez o resultado paralelo nos ajude a sair desse terror que é a Segunda divisão”, completou o presidente anilado.

Já o técnico Beto Campos, incrivelmente, disse que gostou do que viu. “Fizemos bom jogo, mas tivemos alguns erros pontuais. O resultado foi horrível, mas nossa equipe criou, rodou a bola, fizemos o gol. O adversário foi muito nos nossos erros, jogamos 90% no campo do adversário, mas claro que o resultado é horrível para nós.”

VERANÓPOLIS

Reynaldo; Felipe Mattioni, Rafael Bonfim, Léo Dagostini e Jadson Silva; Bertotto, Jair, Eduardinho (Fabrício) e Rogerinho (Bovi); Juba e Wesley (William). Técnico - Sananduva.

NOVO HAMBURGO

Michel Alves; Lito, Roberto Dias, Júlio Santos e Assis; Renan (Tiago Ott), Juninho, Xaro (Henrique Santos) e Preto; Jean Silva (Branquinho) e Ricardo Lobo. Técnico - Beto Campos.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS