Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Em Novo Hamburgo

Série de encontros aborda a filosofia na prática

Evento, que começa no dia 20 de março, é baseado na segunda temporada da série Merlí
11/03/2018 23:18 13/03/2018 11:09

Divulgação/Merlí
Cada episódio da série traz as ideias de um filósofo ou pensador inseridas em questões do cotidiano

Esqueça conceitos prontos, decorebas e as quatro paredes de uma sala de aula quando se trata de filosofia. A arte de refletir sobre as questões pertinentes à vida faz parte do dia a dia. Acredite, nomes como Kant, Freud, Descartes e Engels podem ter tanto a ver com você como seus familiares, amigos, colegas de classe ou trabalho. Essa é a base da série catalã Merlí, exibida pela Netflix. Cada episódio traz as ideias de um filósofo ou pensador inseridas no cotidiano de uma turma de ensino médio de Barcelona (Espanha). A partir de suas aulas para estes adolescentes, o professor Merlí Bergeron (Francesc Orella) mostra a filosofia como uma ferramenta para enfrentar os desafios diários. “Ele (Merlí) não é um herói. É complexo, é humano, ele é um professor que não se dobra às regras, não segue o plano de estudos. Ele vai adaptando visceralmente a teoria de Paulo Freire de que a aula deve surgir a partir da realidade do aluno. Então a partir dos problemas que surgem, das questões, ele traz alguém para pensar isso. E ele nunca é óbvio”, analisa o professor Luis Alexandre Cerveira, doutor em História com ênfase em Antropologia.

Desde o ano passado, Cerveira está à frente do Provocações Contemporânea – Merlí por Cerveira, evento inspirado na série catalã que ocorre no Núcleo de Atendimento Psicológico (NAP), em Novo Hamburgo, e tem início no próximo dia 20. Este novo ciclo de encontros será baseado na segunda temporada de Merlí, que traz abordagens mais significativas sobre sexualidade e gênero. “Outro fato desta fase é que aparecem duas pensadoras, filósofas mulheres: Hipárquia, do período grego pós-clássico, e a Judith Butler, que inclusive foi alvo de protestos no Brasil no ano passado. Judith é o grande nome da filosofia atual nas discussões sobre gênero sendo uma construção psíquica e social”, descreve.

Na prática

O evento foge do ambiente acadêmico e trata de filosofia para não filósofos, recebendo um público diverso que vai dos 16 aos 80 anos de idade. A cada encontro é exibido um episódio e, em seguida, o grupo faz um debate sobre o tema. “A proposta é que a filosofia tenha função prática no dia a dia das pessoas, que possam se permitir pensar a sua realidade e até usar a filosofia como sugestão de solução de alguma questão, de repensar objetivos. A ideia é procurar assuntos práticos, para que as pessoas possam fazer uso daquele conhecimento”, comenta o professor.

Divulgação/NAP
Desde o ano passado, professor Cerveira está à frente do Provocações Contemporânea - Merlí por Cerveira, evento inspirado na série catalã

Segunda temporada

A próxima edição do Provocações Contemporâneas começa dia 20 de março e segue até junho. Ao todo, serão 15 encontros, sempre às terças-feiras, das 19h30 às 21h30, na sede do NAP, que fica na Avenida Coronel Frederico Linck, 1.170. Nesta segunda temporada serão abordados os pré-socráticos, Thomas Hobbes, os estoicos, Kant, Hipárquia, Montaigne, Judith Butler, Freud, Descartes, Engels, Zizek, Taoísmo e Boécio, além de ter dois encontros com professores convidados. O contato para inscrições e informações sobre investimento é contato@napvs.com.br e (51) 3035-3606.



Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS