Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Segundona

Igrejinha perde, mas evita o rebaixamento na Divisão de Acesso

Apresar da derrota fora de casa para o Glória, time do Paranhana evitou a queda para a Terceirona
09/05/2018 21:13 09/05/2018 21:14

Inézio Machado/GES-Arquivo
Técnico Everton Luiz comandou o time na Segundona gaúcha
O Igrejinha voltou a disputar a Divisão de Acesso neste ano, após 22 anos. A transição da Terceirona para a Segundona do futebol gaúcho, entretanto, foi mais complicada do que os dirigentes esperavam. Na tarde desta quarta-feira, na última rodada da fase classificatória, o time do técnico Everton Luiz perdeu por 2 a 0 para o Glória, em Vacaria, mas contou com a vitória do União Frederiquense sobre o Brasil-Far, por 2 a 1, para evitar o rebaixamento. A equipe do Paranhana terminou na vice-lanterna do Grupo B, com 7 pontos, três a mais que o rebaixado Brasil-Far.

“Foi um ano de aprendizagem. Tivemos uma temporada muito difícil, abrimos o ano com muitas lesões que dificultaram o início da competição”, lamentou o presidente do Igrejinha, Ademir Stein. A partir de agora, os dirigentes farão uma avaliação do grupo de jogadores para planejar o restante da temporada. “Já temos uma noção do tipo de jogador que nos faltou, temos noção do que precisa ser feito para a sequência do trabalho”, salientou Ademir. O Igrejinha encerrou a Divisão de Acesso com uma vitória, quatro empates e nove derrotas em 14 jogos.

SAIBA MAIS

No segundo semestre, o Igrejinha deve disputar a Copinha, mas a competição ainda não tem datas definidas pela Federação Gaúcha de Futebol. “Vamos aguardar a definição da Copinha para definir quem fica e quem sai”, destacou o presidente Ademir Stein.

“O clube continua forte, disputando o Gauchão juvenil. Continuaremos o trabalho, aprendemos muito nessa temporada. A gente gostaria de ter feito melhor, mas não faltou empenho dos atletas, dos dirigentes e nem o apoio da torcida. Esperamos que o torcedor compreenda e continue nos apoiando.”


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS