Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Tiago Simon

Vamos construir um país decente

Leia artigo de Tiago Simon
07/05/2018 10:00

Tiago Simon Tiago Simon é deputado estadual
gab.tiagosimon@al.rs.gov.br

Nosso País vive um momento histórico. Desde a prisão do primeiro presidente da República condenado por crime comum, os brasileiros vislumbram a possibilidade de arquivar a ideia do País da impunidade. Por muitas gerações, imaginou-se que a corrupção seria uma chaga impossível de ser extinta. As descobertas da Operação Lava Jato desencadearam uma sequência inusitada de escândalos que levaram à prisão políticos de proa, empresários de prestígio e ocupantes de cargos de relevância. Investigar, indiciar, condenar e prender estes personagens parecia uma façanha impossível.

O juiz Sérgio Moro encarnou o sentimento de indignação que permeia o cidadão de bem que trabalha duro e cumpre suas obrigações. O magistrado, baseado na lei, tem sido equilibrado, distante das paixões que geraram conflitos em manifestações de rua.
O povo brasileiro já havia tomado as ruas com Ulysses Guimarães, Pedro Simon e outras lideranças para exigir a volta das eleições diretas. Era um anseio cultivado por décadas que amordaçaram o direito de escolha de nossos representantes de forma livre e democrática Depois, os jovens caras-pintadas expurgaram um presidente da República corrupto. A indignação já pintou de verde-amarelo o Brasil nas manifestações de 2013, com ápice em 2015 e 2016. Milhões de pessoas voltaram às ruas para exigir a saída de um governo maculado pela corrupção. São fatos marcantes que jamais serão esquecidos.
Nunca, como hoje, a sociedade esteve tão consciente de sua responsabilidade na transformação da nação. Nasce um novo cidadão, mais participativo, vigilante e comprometido com o nosso futuro. Não é o Brasil que está mudando. É o brasileiro. E este brasileiro que surge e emerge de tamanhas frustrações não vai cair na mesma história de sempre.

Vamos construir um País decente.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS