Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Chuva Ácida

Denarc realiza maior apreensão de LSD na história da Polícia Civil no Estado

Foram apreendido 6.685 pontos do entorpecente em Alvorada. Mandados também foram cumpridos em Porto Alegre
04/05/2018 09:22 04/05/2018 15:22

Polícia Civil/Polícia Civil/Divulgação
Drogas apreendidas
A Polícia Civil realizou, na manhã desta sexta-feira (4), a maior apreensão de LSD na história do Rio Grande do Sul. Ao todo, foram recolhidos 6.685 pontos (ou 26.740 micropontos) da droga, considerada altamente prejudicial ao sistema nervoso. Esta ação ocorreu dentro da segunda fase da Operação Chuva Ácida, tendo como alvo residências em Porto Alegre e Alvorada. O material seria distribuído em grande parte do Estado, principalmente na capital e regiões Metropolitana, Sul, Central, Serra e Litoral.

Além da substância conhecida como "ácido", foram apreendidos um quilo de cocaína e diversas porções de maconha, no local que funcionava como depósito das drogas, em Alvorada. A quantidade encontrada de LSD está avaliada em pelo menos R$ 700 mil. O valor de uma dose fica entre 50 e 100 reais para o usuário.

A operação foi realizada por agentes da 1ª Delegacia de Investigação do Narcotráfico (DIN), do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc), coordenados pelo Delegado Guilherme Calderipe. Ao todo, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão em três residências nas duas cidades. A investigação, que está em andamento há quase dois anos, já havia identificado, em julho do ano passado, uma rota de distribuição de drogas sintéticas. Conforme o delegado, nesta ocasião uma mulher foi presa em flagrante com mais de 4 mil pontos de LSD, o que na época foi a maior apreensão dessa substância. "Esta segunda fase da operação teve como objetivo chegar ao depósito da droga e apreender a carga de drogas", afirma Calderipe.

O grupo é suspeito de ser um dos maiores responsáveis pela distribuição de entorpecentes sintéticos no Estado. Conforme o diretor de Investigações do Denarc, delegado Mario Souza, diferentemente das drogas convencionais, as sintéticas têm rotas mais complexas para entrega e transporte, incluindo via área. Isso ocorre porque as substâncias têm reduzido volume e não são detectadas com algumas técnicas usuais de monitoramento. “Essa apreensão é resultado de um longo trabalho de investigação qualificada, sigilosa e ininterrupta”, destaca Souza.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS