Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

Anilado

Após eliminação, Noia pensa na sequência da temporada

Reunião definirá planejamento do clube para o segundo semestre
10/06/2018 20:01 10/06/2018 20:02

Juarez Machado/GES
Anilado foi eliminado para o São José no sábado
Eliminado de forma traumática na Série D do Brasileiro, o Novo Hamburgo busca encontrar respostas para o que aconteceu no Passo D’Areia sábado. A derrota por 1 a 0, nos 90 minutos, levou a decisão da vaga aos pênaltis. Mesmo superior no tempo normal, o Anilado não conseguiu materializar as chances criadas para avançar na competição. O castigo veio nas penalidades, quando o Zequinha sepultou as pretensões hamburguenses de conquistar o acesso à terceira divisão do futebol brasileiro. Tudo isso ainda está entalado na garganta de torcedores e dirigentes.

O quarteto que responde pelo futebol anilado, formado pelo vice-presidente Pítia Bilhar, o diretor Luizinho Valentin e os assessores Nestor Dresch e Sérgio Schoenardie, se reunirá nesta segunda-feira com o presidente Raul Hartmann, no Estádio do Vale. A partir disso, o clube começa a desenhar seu planejamento visando o segundo semestre. Entre os assuntos que devem compor a pauta está a participação, ou não, do Noia na Copinha. Caso o Novo Hamburgo dispute a competição e alcance à decisão, isso poderá garantir ao clube o direito de disputar novamente competições nacionais como a Copa do Brasil e a Série D.

Avaliação

Segundo Pítia Bilhar, outro aspecto importante diz respeito ao grupo de jogadores. A ideia é iniciar uma análise criteriosa sobre o plantel. “Vamos avaliar caso a caso”, ponderou. A situação financeira também será levada em consideração. “O clube não tem receita para ficar dois meses sem jogar. Nós ainda estamos pagando a conta de contratos caros firmados no Gauchão, com atletas que tem vínculo até agosto e setembro”, acrescentou Bilhar.

Paulo Henrique Marques avalia trabalho

Apesar da eliminação na segunda fase da Série D, o Novo Hamburgo mudou drasticamente dentro de campo. Não foram apenas nomes, mas também em atitude. Durante a competição, a equipe treinada por Paulo Henrique Marques foi ganhando corpo e um padrão tático bem definido. “Fizemos um primeiro turno da fase inicial ruim. Melhoramos dentro da competição, a partir do quarto jogo evoluímos no rendimento”, avaliou. Além disso, Marques lembrou que ontem fechou 65 dias de trabalho a frente do comando técnico do Noia. Nos duelos contra o São José, o treinador considera que ambos os confrontos foram parelhos e decididos nos detalhes. “Tivemos um rendimento muito bom nas duas partidas e perdemos a vaga nos pênaltis. Poderíamos ter feito mais um gol no primeiro jogo, mas a avaliação é positiva”, afirmou.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS