Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

Problemas financeiros

Noia não terá futebol profissional no segundo semestre

Direção anilada anunciou nesta terça-feira que não disputará a Copinha da FGF, com isso comissão técnica e grupo de jogadores foram liberados
12/06/2018 18:20 12/06/2018 21:39

Gustavo Henemann/GES-Especial
Direção anilada anunciou nesta tarde que clube não terá futebol profissional no segundo semestre
Pela segunda vez na sua história de 107 anos, o Esporte Clube Novo Hamburgo não terá futebol profissional no segundo semestre do ano. O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira no Estádio do Vale após várias reuniões da diretoria, comissão técnica e grupo de jogadores. A justificativa dos dirigentes é o grave problema financeiro enfrentado pelo Anilado, principalmente após o Gauchão, quando a reformulação do elenco agravou as dívidas. Além disso, o insucesso na Série D do Campeonato Brasileiro fez com que o projeto do presidente Raul Hartmann sofresse uma quebra, pois o acesso à terceira divisão nacional ficou pelo caminho. Agora, o Noia precisará reconquistar o direito de jogar uma competição a nível Brasil a partir do Estadual de 2019, e com objetivos bem claros de ter mais organização orçamentária e planejamento para obter resultados positivos dentro de campo.

“É uma situação que não gostaríamos de passar, como torcedor gostaria que o clube pudesse participar e fechar o ano nessa competição, que tínhamos uma perspectiva de disputar. Mas diante de todas as dificuldades que estamos enfrentando administrativa e financeiramente, com alguns insucessos que tivemos durante o ano e despesas extras, nos obrigamos a dar uma freada, uma respirada para deixar o clube com as finanças praticamente sanadas até o início do ano, para fortalecer e ir com muita força para o Gauchão 2019”, projetou Hartmann. “O nosso departamento de futebol, junto com a comissão técnica e o grupo de jogadores, fez um trabalho diferenciado. Nossa equipe mostrou muito empenho e lutou até o final. Não participar da Copinha neste segundo semestre se trata de uma reorganização”, pontuou Hartmann.

ANILADA TEM A PREFERÊNCIA POR MARQUES NO GAUCHÃO

Com o fechamento do departamento de futebol no segundo semestre, o Noia liberou o técnico Paulo Henrique Marques e sua comissão, e também os jogadores. Muitos atletas já se encaixaram em equipes que disputam a Série C do Brasileiro. O único que será emprestado é o meia Juninho, que possui contrato de dois anos com o Noia. E mesmo que tenha encerrado as atividades por este momento, o vice-presidente de futebol anilado, Pitia Bilhar, afirmou que o clube segue com a preferência para contar com Marques para o Gauchão do ano que vem. O dirigente elogiou o trabalho desenvolvido por todos.

“Agradecemos muito hoje os jogadores e comissão técnica porque não faltou empenho. Estávamos com um clima muito bom, mas infelizmente não conseguimos ficar junho e julho sem fazer futebol. Esta não é uma decisão emocional, mas sim de administração, para viabilizarmos um bom Gauchão em 2019”, destacou Bilhar.

O técnico Paulo Henrique Marques comentou sobre o interesse do Noia em tê-lo no comando do time ano que vem e lamentou a queda na Série D. “Entendemos o lado da direção, mas ainda estamos digerindo a parada, esperávamos estar treinando hoje”, afirmou.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS