Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Eleições presidenciais

Sem Lula, Bolsonaro lidera Datafolha, seguido de Marina Silva e Ciro Gomes

Ex-presidente petista lidera pesquisa nos cenários em que aparece o nome dele
10/06/2018 11:34 10/06/2018 11:38

O pré-candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, lidera com 19% a pesquisa Datafolha divulgada neste domingo nos cenários sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O petista aparece na liderança com 30% das intenções de voto e vence todas as simulações de segundo turno nas enquetes em que aparece o nome dele.

No cenários sem o ex-presidente preso, Marina Silva (Rede) aparece em segundo lugar com até 15%, seguida por Ciro Gomes (PDT), que oscila entre 10% e 11% e Geraldo Alckmin (PSDB), que aparece com 7%. O ex-ministro e o ex-governador estão empatados tecnicamente. A margem de erro da pesquisa é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Embora liderem a pesquisa, Lula e Bolsonaro têm também altas taxas de rejeição. O petista aparece com 36%, e o deputado com 30%. Só perdem para o ex-presidente Fernando Collor (PTC) que aparece que 39% de rejeição. Não votariam em Alckmin 25% dos eleitores, Marina (24%) e Ciro Gomes (23%).

A pesquisa é a primeira feita após a paralisação dos caminhoneiros que parou o país e acontece dois meses após a prisão de Lula. O instituto entrevistou 2.824 eleitores, na quarta e na quinta-feira da semana passada. Na sexta-feira, o PT reafirmou a candidatura de Lula, mas ele deve ser impedido pela Justiça de concorrer.

A mesma pesquisa mostra que a crise provocada pela paralisação dos caminhoneiros aumentou a impopularidade do presidente Michel Temer, que bateu o próprio recorde. Segundo o Datafolha, 82% consideram seu governo ruim ou péssimo. A taxa de reprovação aumentou 12 pontos percentuais em relação ao ultimo levantamento em abril. Temer, segundo o Datafolha, é o presidente mais impopular desde a redemocratização do país.

Cenário com Lula

No cenário com Lula, o petista aparece com 30%, seguido de Bolsonaro (17%), Marina (10%), Ciro e Alckmin com 6% e Álvaro Dias, do Podemos, (4%).

Cenário sem Lula

Com Fernando Haddad no lugar do ex-presidente, Bolsonaro têm 19%, Marina (15%), Ciro Gomes (10%), Alckmin (7%), Alvaro Dias (4%) e Haddad (1%).

Se o PT lançar Jaques Wagner no lugar de Lula, Bolsonaro aparece com 19%, Marina (14%), Ciro Gomes (10%), Alckmin (7%), Alvaro Dias (4%) e Jaques Wagner (1%).

Na pesquisa em que o PT não tem candidatura própria, Bolsonaro têm 19% das intenções e voto, Marina (15%), Ciro Gomes (11%), Alckmin (7%) e Alvaro Dias (4%).

Em todos os cenários do primeiro turno, Manuela D'Ávila (PC do B) e Rodrigo Maia (DEM) oscilam entre 1% e 2%. Os pré-candidatos Aldo Rebelo (SDD), Fernando Collor de Mello (PTC), Flávio Rocha (PRB), Guilherme Afif Domingos (PSD), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo), João Goulart Filho (PPL), Josué Alencar (PR) e Levy Fidelix (PRTB) oscilam entre 0% e 1%. Paulo Rabello de Castro (PSC) não alcança 1% em nenhum cenário.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS