Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Daniel Müller

Faça diferente por resultados diferentes

Leia artigo de Daniel Müller
09/07/2018 10:00

Daniel Müller Daniel Müller é jornalista e palestrante

Dois amigos combinaram de fazer uma pescaria, num lugar único do Pantanal mato-grossense. Fretaram um avião particular, para poder chegar a um local exclusivo. A pescaria foi um sucesso, e como só poderiam levar a bordo do avião um único peixe, cada um dos amigos decidiu escolher o maior exemplar que haviam pescado. Na hora do embarque, o piloto informou que não seria possível levar a bordo os dois peixes, pois eram demasiadamente pesados, o que poderia comprometer a decolagem e segurança do voo. Era necessário escolher um dos peixes e deixar o outro para trás.

Os dois amigos se olharam e discordaram do piloto: – Comandante, esta não é a primeira vez que nós viemos pescar neste local. No ano passado, meu amigo e eu já estivemos aqui e também levamos dois peixes, de tamanho e peso similar. E lembro que o avião era igualzinho a esse daqui. Nós embarcamos com os peixes, e a aeronave decolou sem problemas. – O comandante coçou a cabeça, em sinal de dúvida, mas aceitou o argumento dos dois amigos. Todos subiram a bordo, e o avião realmente decolou sem problemas. No entanto, a poucos metro da pista, por não conseguir alcançar a altura necessária, o avião bateu nas árvores. O piloto foi habilidoso e conseguiu pousar o avião, sem que ninguém se machucasse. Quando os dois amigos pisaram em terra firme, um comentou com o outro: – Tu percebeu que caímos no mesmo lugar do ano passado?!

Quando pergunto: quantos querem “mudanças”? Todos levantam a mão. Mas, quando pergunto: quantos querem “mudar”? São poucos os que mantêm a mão levantada. Há alguns anos, os árabes perceberam que o consumo de petróleo entraria em queda por causa do surgimento de novas tecnologias, como veículos movidos a energia elétrica. Os árabes decidiram diversificar e investiram em turismo. Dubai é hoje a maior cidade dos Emirados Árabes e um polo turístico riquíssimo. Queremos resultados diferentes? O que temos feito de diferente? Inovação é a chave! Pense diferente, faça diferente e você terá uma vida cada vez melhor!


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS