Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Opinião do Repórter

Qualidade que vem da terra

Leia opinião de Juliana Nunes
09/07/2018 07:38 09/07/2018 07:38

Juliana Nunes é repórter

Desde que comecei a reeducação alimentar, há cerca de nove meses, o alimento orgânico tem sido um aliado essencial. Além da inexistência de agrotóxicos, compreendi seu real papel durante reportagens onde tive o prazer de entrevistar produtores da agricultura familiar da região. Como o João da Lima Silva e sua esposa, Madalena Mazoreti, que tem uma produção de alface em Araricá. “O que queremos para a gente desejamos para os outros”, assim seu João me resumiu a sua escolha por orgânicos. Em várias cidades da nossa região, a merenda escolar vem destes produtores, e é maravilhoso saber que nossas crianças estão comendo hortaliças e frutas sem uso de veneno e cultivados com tanto zelo.

Por isso, o projeto de lei 4576/16 que restringe a venda destes produtos me entristece. Com a lei, pequenos agricultores, como João, vão continuar vendendo em sua propriedade, mas, se quiserem vender na mercearia do bairro, não poderão mais. A justificativa do projeto é evitar fraudes, mas, na realidade, a relação produtor e consumidor é baseada na confiança. Conforme me explicou durante entrevista o advogado ambiental Cristiano Weber, muitos produtores de orgânicos possuem certificação por meio de Organização de Controle Social (OCS), que tem também fiscalização e rigor, mas não gera custos para os agricultores e não dá direito ao selo de orgânico. E são estes que podem ficar de fora da venda em supermercados, mercearias e fruteiras. Não quero mais burocracia e produtos químicos na minha mesa. Quero qualidade de vida e, acima de tudo, poder fazer escolhas.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS