Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Sonia de Wallau

Os meninos da caverna

Leia artigo de Sonia de Wallau
10/07/2018 08:00

Sônia Wallau Sonia de Wallau é psicóloga

wallausonia@uol.com.br

Tailândia, 23 de junho. Depois de um treino de futebol, 12 meninos e seu treinador foram visitar cavernas nos arredores. Mas, na Ásia, ocorrem neste período as monções, caracterizadas por tempestades intensas. Isso tornou a confraternização uma tragédia, pois a água da chuva com lama inundou rapidamente a saída da caverna onde estavam. Ficaram ilhados, confinados por duas semanas até serem localizados.

Parte dos meninos foi resgatada por complicadíssimo esquema de socorro. Os outros permanecem abaixo da superfície dependendo de profissionais mergulhadores especializados. Quando se trata de levar oxigênio para a atmosfera rarefeita, a sensação é de ter a vida “por um fio”.

Trauma. Parece um dé jà vu: a sensação de estar revivendo o episódio dos 33 mineiros no Chile: soterrados na mina. Agora, adolescentes também teriam que ser retirados de um “útero” da caverna. E levados para um lugar seguro, para a superfície. Dramática situação. E como cada um desses meninos vai reagir psicologicamente?

Sobreviventes são medicados em hospitais, mas os efeitos psicológicos do trauma podem ser mais complicados. Poderão desenvolver o estresse pós-traumático, que se caracteriza por pesadelos, momentos de flash back (revivência dos episódios traumáticos), fobias, terrores noturnos, crises de ansiedade, pânico, depressão e outras manifestações. Vai depender da resiliência e do apoio social das famílias e da rede social em que estão inseridos. Do suporte da clínica psicológica e das características de personalidade de cada um. Esperamos que sejam capazes de superar a dor psicológica do confinamento para poder relembrar mais tarde como um final feliz.


Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS