Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Novo Hamburgo

Revitalização do Centro chega à Praça do Imigrante

Tapumes são instalados. Arquiteta explica outras intervenções
03/07/2018 08:10 03/07/2018 08:12

Inézio Machado/GES
Tapumes: obras financiadas pelo BID avançam para praça na área central do Município

As obras de revitalização do Centro de Novo Hamburgo, que fazem parte do Programa Procidades, linha de crédito do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), chegaram à Praça do Imigrante. Os tapumes e as microestacas começaram a ser colocados na última semana. “O local ganhará nova pavimentação, com pisos intertravados e também serão substituídos os blocos de pedra portuguesa, mantendo a formatação original”, explica a coordenadora de projetos da Prefeitura de Novo Hamburgo, a arquiteta e urbanista Andréa Elisa Martins Schütz. A praça ganhará ainda nova iluminação, mobiliário, reforma do palco e do chafariz. O investimento total das obras no Centro, que abrange dez vias, é de R$ 24 milhões. As intervenções devem seguir até abril do ano que vem.

Andréa explica que, no Calçadão Oswaldo Cruz, será colocado um piso drenante na parte central. “Nas bordas laterais, em uma largura de quatro metros, optamos pelos blocos intertravados, que também são drenantes, mas que têm a capacidade de sustentar um veículo pesado. Caso ocorra um incêndio e o caminhão de bombeiros tenha que chegar até os estabelecimentos, esse piso vai conseguir suportar. E também veículos que precisarem abastecer as lojas”, argumenta.

De acordo com Andréa, os pisos foram escolhidos devido à declividade do Calçadão. “Esse piso, sendo drenante, vai realizar a captação dessa água na medida em que corre. Além disso, todo o basalto que for retirado do Calçadão, que estiver em condição de reaproveitamento, será levado ao almoxarifado da Prefeitura e todos os pisos serão reaproveitados em outros ambientes públicos.”

Inézio Machado/GES
Calçadão: piso que for retirado poderá ser reaproveitado

Calçadas serão padronizadas

Em relação à Avenida Pedro Adams Filho, Andréa destaca que serão trocados todos os passeios de borda, pois todos terão a mesma “linguagem pública”. “Os passeios de borda são as calçadas, que fazem a periferia da praça e serão padronizadas. Essa padronização de calçadas foi definida para que a gente tenha uma linguagem clara das intervenções que se está fazendo nesse processo de remodelação”, explica.

O asfalto passará por um processo de corte, em determinados pontos, por causa da substituição das redes de drenagem. “Serão canos novos, com novas bitolas, que teremos que colocar. O asfalto, quando é colocado, ele se incrusta na porosidade da pedra, então ela estará manchada. Nós teríamos que remover todas as pedras e virar a face, para reaproveitá-las, e isso demanda um tempo muito grande. Como temos um cronograma estabelecido, a gente coloca na balança o que vale mais a pena. Nós vamos ter uma passagem entre a Praça do Imigrante e o Calçadão Oswaldo Cruz, que vai estabelecer um piso comum, que é um esse bloco intertravado de concreto drenante. O que for possível de reaproveitar dessa pedra, será reaproveitada”, diz.



Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS