Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Professor Nota 10

Projeto de professoras de Novo Hamburgo está entre os 50 melhores do País

Educadoras desenvolveram ação na Emei Aldo Pohlmann durante todo o ano de 2017
11/07/2018 10:27 11/07/2018 10:27

Divulgação
Daiana, Darjela e Giorgia tiveram projeto escolhido entres os 50 melhores do País
A curiosidade dos pequenos estudantes da Escola Municipal de Educação Infantil (Emei) Aldo Pohlmann, de Novo Hamburgo, foi o ponto de partida para o projeto “Investigando as sutilezas da vida”. Coordenado pelas professoras Darjela Cima, 42, Daiana Passos, 41, e Giorgia Berwanger, 37, a iniciativa foi reconhecida como uma das 50 melhores do País. Representando o trio, Darjela se inscreveu no prêmio Professor Nota 10 e se classificou com o projeto voltado para alunos de 2 e 3 anos, entre mais de 4 mil iniciativas nacionais.

“Só em ter sido indicada já é um grande prêmio. Fizemos o projeto com amor, não com intenção de reconhecimento, de ganhar algo. Nós que ganhamos muito. Ficou, além do aprendizado, uma amizade entre nós três (professoras), estudantes e os pais. Foi uma troca de experiências”, conta Darjela, que atualmente é coordenadora na Emei Caracol.

Curiosidades

O projeto foi desenvolvido na Aldo Pohlmann durante todo o ano de 2017. “A gente não escolheu um tema específico. Um dia, a Georgia levou duas lagartas para a sala para ver se iam nascer borboleta e eles acharam o máximo. Depois surgiram perguntas do tipo, quanto tempo elas vivem? Do que se alimentam? A Aldo tem um pátio com vários animaizinhos. Um dia uma menina veio com uma pena e disse: ‘achei a pena do coelho’. Aí começamos a falar destes animais, levamos também pintinhos, eles alimentaram os galos e galinhas. Tudo foi feito a partir das dúvidas deles”, explica Darjela.



Jornal NH
PUBLICIDADE

WEBTV

PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS