Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Esteio

Suspeito de matar vizinho a facadas após desentendimento é preso

Homem de 46 anos se entregou à polícia na tarde de terça-feira (18) e alegou ter agido em legítima defesa
19/09/2018 13:16 19/09/2018 13:17

Onze dias depois de um desentendimento entre vizinhos terminar com um homem morto e outro ferido a facadas em Esteio o principal suspeito do crime se entregou à polícia. O homem, de 46 anos e que não teve a identidade divulgada compareceu terça-feira (18) à Delegacia da cidade e confessou ter golpeado Felipe Kohlrausch da Silva, 37 anos. Ele alegou ter agido em legítima defesa. O suspeito havia tido a prisão preventiva decretada na semana seguinte ao crime, registrado no feriado de 7 de setembro.

O fato ocorreu na Travessa Jorge Souza, no bairro Parque Primavera. Além de Silva, que morreu no local, também um jovem de 26 anos foi ferido, mas conseguiu escapar. Ele foi atendido no Hospital São Camilo onde passou por procedimento cirúrgico e após alguns dias internado recebeu alta. Na data, a ocorrência foi atendida pela Brigada Militar, que por volta das 22 horas foi acionada para verificar a situação de que um homem havia sido esfaqueado em via pública. No local, policiais do 34o Batalhão de Polícia Militar (34o BPM) encontraram Silva caído e aparentemente já em óbito. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou a morte dele no local. Segundo a perícia Silva havia sido golpeado com um objeto perfurocortante, pelo menos, sete vezes entre o abdômen e as costas.

No local uma mulher, de 41 anos, apresentou-se aos PMs como autora do homicídio e entregou para a guarnição da BM uma faca com lâmina de aproximadamente 30 centímetros suja de sangue. Ela foi detida e encaminhada ao Hospital São Camilo para exames de lesões e em seguida conduzida à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Canoas para devidos fins de registro. No deslocamento para a DPPA, no entanto, os policias foram informados de que um outro homem, de 26 anos, também havia dado entrada no hospital de Esteio ferido à faca no braço e nas costas. O jovem informou à polícia que a mulher, estaria mentindo para defender o companheiro dela, um homem de 45 anos que seria o verdadeiro autor das agressões.

Conforme relato dessa testemunha, o homem e a vítima fatal, que eram vizinhos, teriam tido um desentendimento motivado por situações do passado, no momento em que o suspeito começou a agredir o desafeto com a faca. A testemunha, então teria se aproximado para apaziguar a situação, sendo esfaqueada também. Ela conseguiu escapar e pedir socorro. Segundo a polícia, todos os envolvidos na ocorrência já possuíam algum tipo de antecedente.



Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS