Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

Seu problema também é nosso

Restos de podas se acumulam por diversas ruas de Novo Hamburgo

Galhos estão acumulados em diversos pontos da cidade e geram reclamações de pedestres e motoristas. Prefeitura argumenta que demanda é alta

As ruas e bairros são diferentes, mas o problema é o mesmo. Em diversos pontos de Novo Hamburgo, moradores reclamam da demora para o recolhimento de galhos resultantes de podas feitas em árvores da cidade.

Como procedimento, a comunidade solicita a autorização para fazer a poda por meio de um protocolo, a Prefeitura verifica a necessidade de fazer uma vistoria e o serviço é aprovado ou não. O transtorno ocorre depois deste ponto, pois os resíduos ficam largados em calçadas e invadindo ruas, atrapalhando a circulação de pedestres e condutores por semanas e semanas.

Foto por: Bianca Dilly/GES-Especial
Descrição da foto: Edmir Fröhlich conta que quase sofreu um acidente de trânsito por causa da obstrução
Um dos locais é o da Rua Guia Lopes, por volta do número 3.600, no bairro Rondônia. Como os restos de poda estão amontoados em uma curva, prejudicam a visibilidade de quem passa por ali. "Quase sofri um acidente neste local no início da semana. Estava de carro e sorte que vinha em uma velocidade baixa, senão era certo que teria dado uma batida. Sem contar que também está ruim para quem anda pela rua", relata o autônomo aposentado Edmir Fröhlich, 61 anos.

Na Rua Caeté, bairro Vila Rosa, o cenário é o mesmo. "Já passaram dois meses desde que eu solicitei o recolhimento. Eles estiveram em uma rua vizinha, fizeram a coleta e não passaram na nossa. Só pode estar sobrando dinheiro para a gasolina", comenta o aposentado João Fernando Schuster, 59. Diversas ruas do bairro Guarani, como a Santo Ângelo, também têm registros de reclamações de moradores.

Fica difícil de andar pela calçada

Foto por: Bianca Dilly/GES-Especial
Descrição da foto: Rua Bento Gonçalves, no bairro Boa Vista
Já ao longo da Rua Bento Gonçalves, no bairro Boa Vista, os montes se repetem em diversos locais, obstruindo vários trechos da calçada.

“Faz umas três semanas que já está assim. E sempre complica para a gente passar caminhando, ainda mais que tem vários idosos morando por essa região. Eles acabam desviando em direção à rua e é uma área muito movimentada, o que traz perigo”, ressalta a professora aposentada Sonia Loeblein, 58 anos.

Descarte irregular de lixo complica

Foto por: Bianca Dilly/GES-Especial
Descrição da foto: Nelci Pasqualotto alerta para problema na Rua Oscar Adacílio Brenner
São dois pontos de descarte de galhos na Rua Oscar Adacílio Brenner, no bairro Canudos, em uma área verde. Para piorar a situação, a industriária aposentada Nelci Pasqualotto, 52 anos, comenta que em cima dos restos de poda começaram a ser depositados outros tipos de lixo.

"Faz um mês, mais ou menos, que a Prefeitura prometeu que ia vir aqui recolher. Até agora, nada. Fica ruim para nós, porque o pessoal acha que pode descartar tudo ali", descreve.

O que diz a prefeitura

A Prefeitura de Novo Hamburgo informa que a Diretoria de Serviços Urbanos irá aos locais averiguar as situações apresentadas. A Administração Municipal destaca que recebe diariamente cerca de 50 pedidos para a solicitação de retirada de resíduos diversos pelo Município. "Devido ao grande número de demandas, mesmo com o trabalho diário de recolhimento, e dependendo dos volumes recolhidos, não podemos informar o prazo de resolução", destacou, em nota. A população pode solicitar o serviço através de um protocolo pelo telefone (51) 3097-9400.

Segundo o Executivo, todo o material é destinado para a usina de reciclagem no bairro Roselândia. A Prefeitura ainda ressalta que muitas podas são realizadas pela concessionária de energia elétrica, que tem a obrigação da retirada dos galhos.

A Secretaria do Meio Ambiente acrescenta que tem feito notificações junto à concessionária para providenciar estas retiradas. Em matéria publicada no dia 26 de junho no Jornal NH, o gerente de Arborização Urbana e Unidades de Conservação de Novo Hamburgo, Décio Marques, já havia informado que a responsabilidade pelo recolhimento e destinação do resíduo da poda é de quem está responsável pelo manejo.


Preencha o formulário e descreva seu problema:
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS