Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Acabou

23 anos depois, Orquestra Unisinos chega ao fim

Em nota, universidade confirmou a descontinuidade
23/02/2019 09:42

Foto por: Diego da Rosa/GES-Arquivo
Descrição da foto: Em São Leopoldo, a última apresentação aconteceu no 9º Natal Sinos
A Orquestra Unisinos Anchieta encerrou as atividades depois de 23 anos levando música e cultura para a comunidade. Regida pelo maestro Evandro Matté, a orquestra se consagrou pela programação artística diversificada, que atendia a diferentes perfis de público, com associações inesperadas pela música de concerto, contemporânea e popular. A decisão de encerrar as atividades foi publicada na quinta-feira. A justificativa da universidade é o foco na excelência acadêmica. O grupo de coros também foi desligado.

"Reafirmando seu foco na excelência acadêmica, a Unisinos informa que está descontinuando as atividades da Orquestra Unisinos Anchieta e do grupo de coros", informou a universidade em nota. "No entanto, mantém seu compromisso com o incentivo à cultura através do Projeto Vida com Arte, que atualmente atende 120 crianças e adolescentes da rede pública de ensino, uma iniciativa que tem promovido a inclusão social e cultural através da música", acrescenta a instituição de ensino com campi em São Leopoldo e Porto Alegre.


Saiba mais

Fundada em 1996, pelo Maestro José Pedro Boéssio, a Orquestra Unisinos Anchieta realizava uma programação artística diversificada, que atendia a diferentes perfis de público, buscando a renovação de ideias, abordagens e leituras, além de promover associações inesperadas pela música de concerto, contemporânea e popular.

A proposta, além da simples oferta de apresentação da orquestra, garantia o acesso não apenas à música de concerto, mas a outras linguagens vinculadas às raízes musicais brasileiras e ao repertório de importantes compositores populares.

Vencedora do Prêmio Açorianos de Música em 2005, a orquestra entregava ao público o diferencial de espetáculos com inclusão de outras linguagens cênicas, tais como teatro, dança e artes plásticas.

Importantes concertistas e músicos de distintos estilos atuaram com a orquestra, entre eles: Altamiro Carrilho, Emmanuele Baldini, Fred Mills, Kleiton & Kledir, Pierre Dutot, Renato Borghetti, Yang Liu, entre outros.

Nos últimos anos, a Orquestra Unisinos Anchieta tinha apresentado diferentes séries de concerto, com destaque para as óperas Il Campanello di Notte e Rita (Donizetti) e Bastien Bastienne (Mozart). A direção artística e regência da orquestra estavam sob a responsabilidade do maestro Evandro Matté.

A última apresentação da Orquestra Unisinos Anchieta ocorreu no dia 22 de dezembro, no Parque Moinhos de Vento, o Parcão, em Porto Alegre. Em São Leopoldo, a última apresentação aconteceu no 9º Natal Sinos, no dia 12 de dezembro, no Santuário.

 

Colaborou Thiago Padilha

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS