Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Cultura

Nenung lança Incendeia Tua Aldeia, seu novo livro-disco

Este é o segundo trabalho de poesia impressa do compositor, músico e meditador Luís Fernando Kirsch
02/06/2019 03:00 02/06/2019 12:21

Foto por: Giuliano Rafaelo
Descrição da foto: Nenung com seu livro/CD
Um livro-disco para ser compartilhado por mais e mais pessoas. Essa é a proposta de Incendeia Tua Aldeia, segundo trabalho de poesia impressa de Nenung, o compositor, músico e meditador Luís Fernando Kirsch. "Quero que esse trabalho vá para rua, muito organicamente, especialmente quando vou ao Correios para entregar uma leva. Quero que todo mundo esteja ligado, para que tenham trocas de ideias entre as pessoas, recebendo o livro para picotar as páginas e distribuí-las", comenta o hamburguense Nenung, que tem apresentação marcada para o dia 6 de junho, no Café Fonfon, na Rua Vieira de Castro, 22, em Porto Alegre e depois pretende participar de encontros na cidade do litoral sul, Rio Grande, e Florianópolis, em Santa Catarina, também em junho.

Nenung, em entrevista ao ABC Domingo, diz que tem feito uma "peregrinação poética", por pequenos espaços, livrarias bacanas com perfil cosmopolita, salas de ioga e afins. Ele acredita que em breve faça uma escala, na região, mais especificamente em Novo Hamburgo. "É um tempo de muita preguiça. As pessoas estão curtindo muito virtualmente, como se fosse uma construção do conformismo, funcionando como uma vida virtual, quando o que quero é provocar a disposição para a transformação", reflete, acrescentando que uma escolha envolve compromisso. "Isso é o ponto máximo, pois infelizmente as pessoas estão terceirizando esse compromisso, como cenas de Netflix e não se dispõem a viver. Quanto mais vive na realidade formatada, não há oportunidade de descobir a tua verdade", frisa.

Reflexões

O livro traz reflexões e percepções na forma de versos libertários provocando a contemplação, o silêncio e a atitude reflexiva com ilustrações feitas por cinco artistas gráficas convidadas, Lilian Maus, Chana de Moura, Marilia Bianchini, Adauany Zimovski e Louise Kanefuku e o design de Leo Lage. Já o CD, encartado ao livro, tem 14 canções que mergulham em melodias entre o amor e a liberdade, a resistência e a consciência. Nesse trabalho, participam Gustavo Telles (Pata de Elefante), a cantora paraense Raquel Leão, o acordeonista André Vicente e a argentina Vika Mora, além de seus companheiros no Projeto Dragão: Maurício Chaise, Thiago Heinrich e Rafael Bohrer com produção de Edo Portugal.

Trajetória musical

No final dos anos 80 Nenung era o nome à frente da Barata Oriental, uma das principais bandas da cena underground do Rio Grande do Sul. No final dos 90 - mudou de sintonia e, influenciado pela sua identificação com o caminho budista, criou Os The Darma Lóvers, se destacando por sua capacidade de abordar temas sensíveis com leveza, humor e profundidade. A levada folk dos DLs ganhou corpo, tornou-se banda e gravou sete álbuns, dois deles lançados na Europa - permanecendo ativa, produzindo e realizando apresentações especiais. Entre as várias parcerias de Nenung, atualmente Dado Villa Lobos é o nome mais constante. Mas a lista inclui nomes como Frejat, Ronaldo Bastos, Paula Toller, Mariana Aydar, Liminha, Moreno Veloso, Wander Wildner e EduK (DeFalla). Sua banda ativa é Projeto Dragão.

O autor e sua obra

Qual é a mensagem de seu livro/CD?

Nenung - A base temática é o desdobramento do que tenho feito ao longo destes muitos anos de vida na arte: provocar a reflexão sobre a realidade que criamos, cultivamos e colhemos tendo claro que se nossa intenção é ampliar a liberdade e a felicidade - o que considero o motivo de estarmos vivos - temos que ter um envolvimento consciente e assumido nesse sentido. E tem a mensagem implícita da força que resulta da soma de muitas mentes e corações inspirados. Foram 18 pessoas envolvidas diretamente entre a feitura do livro, ilustrações, finalização e gravação. O que era uma semente virou uma floresta de lindezas, cores e sabores.

Quais depoimentos têm das pessoas que "saborearam" o seu trabalho?

Nenung - As pessoas têm dado muitos retornos positivos. Os que gosto especialmente são dos depoimentos de "apropriação" das poesias e canções como sendo a partir de então "suas". Considero o melhor retorno, as pessoas incorporarem o que manifesto como tradução sua, livre pra serem ajustadas à realidade de suas vidas e experiências.

O disco foi lançado no ano passado. Como avalias esse período de lançamento até agora?

Nenung - O lançamento - como tudo que faço - é orgânico, gradual e sem mega expectativas. Conheço bastante o universo da arte e da circulação de música por estes lados e da escrita estou descobrindo, mas funciona de forma parecida. Então vou regando aos poucos cada área sabendo quem realmente ainda tem espaço e disposição de ouvir música, ler poesia e reverberar algo mais que resenhas burocráticas e "Control-V" de releases. Tenho feito uma "Peregrinação Poética" por pequenos espaços, livrarias bacanas com perfil cosmopolita, salas de Yoga e afins. Acredito que em breve faça uma escala em Novo Hamburgo.

Em seu livro, os versos provocam contemplação, silêncio e a atitude reflexiva. Por que escolheu esses temas? Eles são possíveis de serem colocados em prática? São importantes? Por quê?

Nenung - Eles são a base da minha experiência: perceber, sentir, internalizar e responder/agir na medida de trazer algum benefício ou enriquecimento ao universo onde interajo. Sem reflexão as pessoas vão caindo na tristeza cinza de uma vida reprodutiva e sem significado. Perdem a oportunidade de amadurecer sua humanidade. O egoísmo que é uma base reativa primal acaba se sobrepondo à maravilha que temos por manifestar. Sem poesia prática a vida fica estreita e árida. E essa poesia, a atenção e abertura pra cada instante, é plenamente disponível pra quem tenha disposição de incluir na sua vida cotidiana, sem dúvida alguma.

Em seu CD, melodias entre amor e liberdade, resistências e a consciência. Por que essas temáticas? Que mensagem pretende passar?

Nenung - A mensagem essencial é a de sermos essencialmente privilegiados por termos uma mente e um corpo humano. Pela oportunidade de irmos além dos dogmas e limitações auto impostas ou adotadas por falta de reflexão e exercício de uma verdade interna, não a regra genérica que nos atrela a uma pista plana e tediosa. E a clareza de que temos de reconhecer e decidir qual a qualidade de experiência que buscamos ter, aqui e de agora em diante sabendo que o individualismo nos restringe, tensiona e limita. Não acredito que exista qualquer felicidade ou liberdade autênticas associada ao consumismo e ao individualismo que são a base da indiferença e da destruição da saúde deste universo compartilhado.

Estás pensando em um novo trabalho?

Nenung - Quando fecho um ciclo, preciso de um tempo pra me distanciar da última safra e observar o que me motiva a dar outro salto. Quando encerrei esse movimento, que envolveu tanta gente e gerou tantos desdobramentos, achei que ficaria pausado por uns bons meses. Só que não (risos), me veio uma vontade de realizar uma fusão de música eletrônica com música orgânica que já começou a brotar internamente. Daqui a um tempo experimento fazer brotar fora da minha estufa. Passo a passo.

 

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS