Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Buenos Aires

Morre Eva Piwowarski, uma das curadoras do Festival de Cinema de Gramado

A cineasta lutava contra um câncer
08/01/2019 15:47 08/01/2019 15:57

Foto por: Foto: Edison Vara/Press Photo
Descrição da foto: O corpo de Eva será enterrado nesta terça-feira (8) à tarde
Depois de lutar contra um câncer, faleceu em Buenos Aires, na noite da última segunda-feira (7), a curadora do Festival de Cinema de Gramado Eva Piwowarski.

Apaixonada pelo cinema latino-americano, a atriz, cineasta, diretora, produtora e ativista cultural estava desde 2014 na curadoria do evento dando um olhar especial às produções latinas ao lado do crítico Rubens Ewald Filho e do jornalista Marcos Santuario.

Ao longo destes quase cinco anos, Eva, incansável na defesa do cinema latino, muito se orgulhava de sua missão de levar o nome do Festival de Cinema de Gramado mais longe e fazer parte do trio de curadores do evento.

Muito antes de ser curadora do evento, Eva já participava do Festival como colaboradora e incentivadora. Sua inclusão no trio de curadores foi uma consequência da ativa participação e reconhecimento.

Assessora audiovisual da Universidade Nacional de Jujuy, coordenadora de projetos da Fundação Gerardo Vallejo e ex-coordenadora do Programa Polos Audiovisuais da TV Digital Argentina, Eva foi responsável por promover a produção televisiva federal junto ao sistema universitário nacional argentino. Ao longo de sua carreira, foi uma das diretoras do Programa Mercosul Audiovisual da União Européia e criadora da Reunião Especializada de Autoridades Cinematográficas e Audiovisuais do Mercosul (RECAM).

O corpo de Eva será enterrado nesta terça-feira (8) à tarde, no Cemitério da Chacarita, em Buenos Aires. Ela deixa três filhos, um neto e o companheiro Daniel Gonzalez.


Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS