Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Três Coroas

Campeão da canoagem em busca de patrocínio

Guilherme Mapelli, de 24 anos, tem chances de estar na Olimpíada de Tóquio, em 2020, na categoria K1 sênior
08/02/2019 19:39

Foto por: Divulgação/CBCA
Descrição da foto: GUILHERME MAPELLI: atleta de Três Coroas quer buscar vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio
O Rio Paranhana, em Três Coroas, formou canoístas que fizeram história no esporte, como Gustavo Selbach, que disputou as Olimpíadas de Barcelona (1992) e Atlanta (1996), e Cássio Petry, atual técnico da seleção brasileira de canoagem slalom e com participação nos Jogos Olímpicos de Sydney (2000). Hoje, um dos principais nomes da cidade na modalidade é Guilherme Mapelli, 24 anos, que tem chances de estar na Olimpíada de Tóquio, em 2020, na categoria K1 sênior. Para isso, ele está em busca de patrocínio para poder disputar competições nacionais e internacionais. Neste ano, o Brasil irá brigar pela vaga nos Jogos de Tóquio e, em 2020, ocorrerá a disputa interna para definir os representantes do País na competição.

No ano passado, Mapelli foi campeão brasileiro e pan-americano no caiaque extremo, campeão sul-americano no K1 sênior e terceiro colocado no Brasileiro no K1 sênior. Praticante de canoagem desde os 12 anos, ele é campeão sul-americano júnior (2011), 17º no Mundial júnior (2012), 10º no Mundial sub-23 (2015 e 2016), bronze no Pan-Americano (2017). "Minha meta é ir para o Mundial da República Checa e para o Pan-Americano do Peru", conta Mapelli, que entre 2015 e 2017 integrou a equipe permanente da seleção brasileira, treinando e morando em Foz do Iguaçu e no Rio de Janeiro. No ano passado, decidiu deixar a equipe para treinar e estudar em Três Coroas. Como o BNDES não renovou o apoio à canoagem, a equipe permanente não está confirmada para 2019. No momento, os primeiros colocados de cada categoria estão treinando na Austrália com o apoio do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Vaga escapou em 2016

"Hoje, sou o segundo do ranking brasileiro na minha categoria. Em 2016, fiquei em terceiro lugar na seletiva para a Olimpíada do Rio e como era uma vaga por categoria, fiquei de fora. Não quero deixar essa vaga escapar mais uma vez", disse Mapelli, que conta com o apoio da Asteca (Associação Trescoroense de Canoagem), onde treina e dá aulas, e da Faccat, onde está cursando fisioterapia. "A canoagem representa tudo pra mim, ela me tornou quem eu sou hoje. Graças à canoagem, tenho o meu sustento e consigo estudar", destacou o atleta. Quem quiser apoiar o canoísta, pode entrar em contato pelo e-mail: guimamapelli@hotmail.com.


Técnico da seleção destaca potencial de Mapelli

O trescoroense Cássio Petry é técnico da seleção brasileira de canoagem slalom desde 2016. No momento, ele está na Austrália com os melhores atletas do Brasil em cada categoria. Petry disse que Guilherme Mapelli é o único atleta de Três Coroas que tem chances de conquistar uma vaga na Olimpíada de Tóquio. "O Mapelli trabalhou comigo. Em 2017, esteve entre os melhores atletas nacionais, mas em 2018 ele não quis mais morar no centro porque queria ficar mais próximo da família", lamentou Petry. "É um atleta com grande potencial técnico e físico, tem um currículo de grandes conquistas, mas é importante ele acreditar mais no seu próprio potencial", avaliou o treinador. Cássio Petry salientou, ainda, que Mapelli é importante para a equipe brasileira. "A canoagem brasileira precisa dele. O Guilherme é um dos melhores atletas na categoria k1 sênior. Ele só precisa acreditar nele mesmo e seguir treinando."

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS