Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Futebol Sete

Hamburguense vence a Copa América pelo Brasil

Diônata Pires ajudou a seleção brasileira a conquistar mais um título no fim de semana passado
08/04/2019 20:35

Foto por: Karyna Prado/Divulgação
Descrição da foto: Seleção venceu o Peru pór 3 a 1 na final da competição em Porto Alegre
O Brasil conquistou o título da Copa América de Futebol Sete, disputada entre sexta-feira e domingo, em Porto Alegre. O título veio com uma vitória de 3 a 1 sobre o Peru na final, após goleada de 8 a 1 sobre o Chile na semifinal. Argentina, Uruguai e Equador também participaram da competição. A medalha de ouro veio com a ajuda do ala hamburguense Diônata Pires. Este foi o quinto título dele com a seleção. Antes, havia sido campeão da Copa das Nações (2017), da Copa América (2018), da Copa Intercontinental (2018) e da Copa do Mundo (2018).

"Esse título tem um sabor especial por ser aqui no Brasil, a responsabilidade era nossa. Pra mim foi especial por ser no meu Estado, praticamente na minha cidade, já que Porto Alegre é do lado de Novo Hamburgo. Além disso, toda a minha família e amigos estavam presentes", comemorou Diônata. "Foi a primeira vez que a minha família conseguiu me ver atuar pela seleção, porque as competições são sempre distantes. Então, ver o sorriso da minha mãe, do meu pai, dos meus irmão e amigos, foi espetacular pra mim", destacou o atleta.

Foto por: Karyna Prado/Divulgação
Descrição da foto: Diônata Pires
Agora, Diônata retorna à capital paranaense, onde ele atua pelo Coritiba. "Me reapresento ao Coritiba, já estamos em disputa do Estadual. Neste ano ainda tem a Liga as Américas, que é a Libertadores do futebol sete, esse ano no Uruguai. Vamos ter um torneio em Bogotá (Colômbia) pra jogar, mas o mais importante do ano é o Mundial de Clubes, que nesse ano vai ser na Itália", apontou. Ele espera seguir atuando bem no Coritiba para ter novas convocações. "Espero ser convocado para o Mundial de Seleções, que também será na Itália", projetou o hamburguense.

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS