Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Gauchão

Chegou a hora do xeque-mate para Portaluppi e Hellmann

Grêmio e Inter fazem, às 21h30 desta quarta-feira, na Arena, o Gre-Nal 420 que definirá o campeão de 2019
16/04/2019 22:46 17/04/2019 07:55

Foto por: Arte de Alan Machado sobre fotos de Lucas Uebel e Ricardo Duarte
Descrição da foto: Times de Renato Portaluppi e Odair Hellmann voltam a medir forças na decisão do Gauchão
Nos primeiros 90 minutos da decisão do Campeonato Gaúcho 2019, no Beira-Rio, no domingo passado, os técnicos Renato Portaluppi, do Grêmio, e Odair Hellmann, do Inter, travaram uma legítima partida de xadrez. O empate por 0 a 0 em jogo limpo, mas repleto de polêmicas com a arbitragem, deixou a disputa totalmente aberta para o clássico Gre-Nal 420, às 21h30 desta quarta-feira (17), na Arena, em Porto Alegre. Os dois treinadores tiveram pouco tempo para armarem a melhor estratégia em busca do xeque-mate, porém o confronto derradeiro promete novamente emoções à flor da pele. O Tricolor mira o seu 38º título e que pode vir de forma invicta no ano do centenário da competição. Já o Colorado almeja sua 46ª taça de Gauchão e acabar com a invencibilidade dos donos da casa. Se houver novo empate por qualquer placar no tempo normal, a definição do campeão será nas penalidades - não há critério de saldo de gols qualificado na final.

A noite está reservada também para quebra de tabus históricos. Em 99 edições, o Gauchão foi decidido 26 vezes por clássicos Gre-Nais, com 13 vitórias para cada lado, portanto chegou o dia do desempate. Além disso, desde 2015 o dérbi não definia o campeão gaúcho, e vale lembrar que o Grêmio não perde em casa para o Inter há cinco anos, somando quatro vitórias e cinco empates. Se empatar e for derrotado nos penâltis, o Tricolor pode se tornar ainda o primeiro vice-campeão invicto do certame.

Portaluppi deixa a dúvida sobre a utilização de Alisson ou Diego Tardelli no time titular, ou seja, a mesma situação do clássico passado. Alisson é importante taticamente para o time, une sua capacidade ofensiva com a recomposição defensiva, já Tardelli foi contratado para ser solução, mas ainda carece de adaptação ao sistema de Renato e ao futebol brasileiro.

Hellmann deve dar continuidade a Lindoso, pois os lesionados Dourado e Rithely ainda não têm condições de jogo. Outra possibilidade é a saída do experiente D'Alessandro e a entrada dos velocistas Pottker ou Parede, que fazem melhor o reforço defensivo. O certo é que os técnicos manterão o mistério quanto às escalações até 45 minutos antes do jogo decisivo.

Colorado faz treino fechado antes do duelo

Foto por: GES-Arquivo
Descrição da foto: Técnico do Inter, Odair Hellmann, não abriu treino do Colorado
O técnico Odair Hellmann comandou um treino fechado, abaixo de chuva, na tarde de terça-feira (16), na última atividade antes do clássico de hoje, que irá decidir o Gauchão. Após o trabalho, os torcedores que estavam no pátio do Beira-Rio, foram às arquibancadas demonstrar seu apoio à equipe.

Leia todas as notícias do Inter

Antes do treinamento, o zagueiro Víctor Cuesta, um dos principais nomes do Inter no primeiro clássico da decisão, concedeu entrevista coletiva e projetou o duelo desta noite. "Será um jogo difícil, fizemos uma boa partida em casa. Temos que manter a mesma intensidade, ir lá e tentar ganhar, porque temos condições para isso", afirmou o argentino. "Temos que fazer um jogo inteligente. Mas, para ganhar, temos que atacar. Para ganhar o título, temos que propor o jogo, temos que sair para tentar vencer", apontou o zagueiro. "Às vezes o jogo está quente e tem confusões. Mas o que acontece no jogo fica ali dentro", disse, sobre o atrito com Renato Portaluppi na partida de domingo.

Tricolor espera casa cheia e apoio total

Foto por: Arquivo
Descrição da foto: Arena deve estar lotada para a grande final do Gauchão 2019
A expectativa é que o clássico Gre-Nal 420 leve cerca de 50 mil pessoas para a Arena na noite desta quarta. Restam ingressos à venda apenas para a torcida adversária. Em entrevista coletiva após o treino de terça (16), o goleiro Paulo Victor, peça fundamental para segurar o empate no jogo de ida da final do Gauchão, considera que o Grêmio possui a sim uma vantagem para conquistar o título. "Jogar do lado do nosso torcedor, aqui na Arena, sem dúvida é uma vantagem", afirmou o arqueiro, que celebrou o bom momento.

Leia todas as notícias do Grêmio

"É a maior sequência que tenho aqui no Grêmio, e para o goleiro a sequência é importante, é fruto do nosso trabalho. Procurei treinar bem, para dar conta do recado sempre que for chamado", completou Paulo Victor.

O destaque do trabalho desta terça foi novamente a presença de Luan, que está entre os concentrados. A dúvida é se estará à disposição de Renato Portaluppi no banco de reservas. No recreativo, a ausência foi Geromel, mas não preocupa para o jogo.

O JOGO

GRÊMIO
Paulo Victor; Leonardo Gomes, Geromel, Kannemann e Cortez; Matheus Henrique, Maicon, Jean Pyerre, Alisson (Tardelli) e Everton; André. Técnico - Renato Portaluppi.

INTER
Marcelo Lomba; Zeca (Bruno), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick, D'Alessandro (Pottker ou Parede) e Nico López; Paolo Guerrero. Técnico - Odair Hellmann.

DETALHES
Local - Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Horário - 21h30. Arbitragem - Jean Pierre Lima, auxiliado por Rafael Alves Lúcio Flor. Transmissão - Rádio ABC, RBS TV e Pay-per-view.

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS