Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Copa do Brasil

Grêmio perde nos pênaltis para o Athletico-PR e fica fora da final

Depois de perder por 2 a 0 no tempo normal, Tricolor caiu nos pênaltis para os paranaenses na semifinal
03/09/2019 21:11 05/09/2019 07:50

Foto por: Twitter / Reprodução
Descrição da foto: Copa do Brasil: Athletico Paranaense abriu o placar no 1º tempo
A Copa do Brasil não terá clássico Gre-Nal na decisão. O Grêmio não conseguiu administrar a vantagem construída em Porto Alegre e perdeu nos pênaltis para o Athletico-PR, na noite de quarta-feira (4), na Arena da Baixada, em Curitiba, no jogo de volta da semifinal. O Tricolor, que havia vencido por 2 a 0 em casa, levou o 2 a 0 dos paranaenses. Nos pênaltis, o goleiro Santos defendeu a última cobrança, de Pepê, e garantiu a classificação do Furacão à decisão. Os tricolores sentiram as ausências do atacante Everton, suspenso, e do volante Maicon, machucado, e não repetiram suas melhores atuações. Agora, o time curitibano encara o Inter, que passou pelo Cruzeiro na outra semi, na final.

Foto por: Lucas Uebel / Grêmio / Futebol
Descrição da foto: Jogo foi disputado na noite desta quarta-feira, na Arena da Baixada, em Curitiba
A vantagem dos gaúchos era boa, mas os paranaenses entraram em campo acreditrando na virada e na classificação. Empurrado pela força da sua torcida, o Furacão partiu para a pressão sobre o adversário desde o início do duelo. O Tricolor assustou nos primeiros minutos através de um lance na área do Athletico. A bola tocou no braço de Wellington, mas o árbitro Wagner Magalhães consultou o VAR e não marcou a penalidade. A partir daí, o time da casa dominou as ações. E o gol de Nikão saiu aos 16 minutos. Ele aproveitou o rebote de um chute de Bruno Guimarães, que acertou o travessão, e mandou para as redes para fazer 1 a 0 Athletico.

O segundo tempo também começou com altas doses de emoção. Logo aos 3min, Rony dominou pela esquerda e cruzou para a área. Marco Ruben desviou de cabeça e ampliou para o Athletico-PR: 2 a 0. Agora, o placar agregado marcava 2 a 2 e a decisão da vaga iria para os pênaltis. A situação se complicou para os gremistas aos 14min, quando Kannemann parou um ataque com falta violenta em Léo Cittadini e foi expulso. O Grêmio ainda descontou com David Braz, mas ele estava impedido e o gol foi anulado, e levou perigo em chute contra de Marco Ruben que o goleiro Santos salvou. Fora isso, pressão total dos donos da casa pelo gol da vaga na final. E como o placar não se alterou, a decisão foi para os pênaltis.

Nas penalidades, brilhou a estrela do goleiros Santos. Ele pegou a última cobrança, do jovem Pepê, e definiu a vitória do Athletico-PR por 5 a 4 nos pênaltis, após o 2 a 0 no tempo nornal. Os paranaenses buscam seu primeiro título da Copa do Brasil.


ATHLETICO-PR
Santos; Khellven, Robson Bambu, Lucas Halter e Márcio Azevedo; Wellington (Marcelo Cirino), Léo Cittadini (Lucho González) e Bruno Guimarães; Nikão, Marco Ruben e Rony (Vitinho). Técnico - Tiago Nunes.

GRÊMIO
Paulo Victor; Leonardo (Rafael Galhardo), Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Romulo, Matheus Henrique, Alisson, Jean Pyerre (Thaciano); Pepê e André (David Braz). Técnico - Renato Portaluppi.

DETALHES
Local - Arena da Baixada, em Curitiba. Arbitragem - Wagner do Nascimento Magalhães, auxiliado por Kleber Lúcio Gil e Bruno Pires. Público - 28.841 torcedores.

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS