Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

Ponto como visitante

Novo Hamburgo empata graças a grande atuação do goleiro Gustavo

Anilado garantiu ponto fora de casa no empate por 0 a 0 com o Brasil-PEL
26/01/2019 22:04 26/01/2019 22:05

Foto por: Elenise Martins/ECNH/Divulgação
Descrição da foto: Fora de casa: Noia foi até o Bento Freitas e somou ponto importante.
Sem sombra de dúvidas, o goleiro Gustavo pode ser classificado como destaque, protagonista e até mesmo milagreiro, no empate em 0 a 0, entre o Novo Hamburgo e o Brasil de Pelotas, pela terceira rodada do Campeonato Gaúcho. Com o ponto garantido fora de casa no Bento Freitas, o Anilado encerrou a partida na quarta posição com quatro pontos.

A equipe deve perder posições com os demais jogos da rodada hoje e amanhã. Responsável por evitar que o placar fosse aberto a favor dos donos da casa, o camisa 1 fez pelo menos três defesas significativas só na primeira etapa. O Xavante assustou pela primeira vez o torcedor anilado aos 12 minutos, com o atacante Michel perdendo oportunidade clara de gol.

Em frente ao goleiro anilado, o camisa 9, sem marcação, desperdiçou chutando para fora com a perna esquerda. As ofensivas do Brasil de Pelotas iam aumentando gradativamente. Aos 29 minutos, novamente o arqueiro assegurou o empate. Espalmou em um primeiro momento e no rebote, mesmo caído, Gustavo à queima roupa evitou o gol em mais uma das tentativas dos mandantes do jogo.


Maior produtividade no segundo tempo

Logo no começo do segundo tempo, Michel foi heróico aos 3 minutos, com outra defesa. Desta vez, espalmou a cabeçada do atacante voando em busca da bola que tinha o ângulo como destino. Os jogadores do Novo Hamburgo mostraram mais efetividade e produtividade nos 45 minutos finais. O paraguaio Héctor Bustamante, aos seis, arriscou à direita do gol. Os jogadores do Novo Hamburgo até tentaram outras investidas, uma delas aos 39 minutos, em um contra ataque desperdiçado após perigosa chance do Xavante.

Se Gustavo demonstrava toda segurança do mundo no jogo, o goleiro adversário Carlos Eduardo, por pouco não sofreu um gol, que na linguagem de boleiro seria digno de frango. Com sorte, a bola escapou das mãos e saiu para fora. Com toque de passes, os jogadores do meio de campo do Noia tentaram arriscar, mas não tiveram muito sucesso com finalizações.

Aniladas

O técnico Bolívar começou com uma única alteração na equipe em relação ao time que iniciou o jogo contra o Veranópolis, na Serra. O camisa 9, Leandro Cearense, ganhou a vaga de Paulinho Simionato alocado para o banco. Cearense até mostrou boa movimentação no ataque.

"Saimos daqui com um ponto, o que mostra uma equipe sólida, equilibrada, que não ficou atrás, jogou de igual a igual", declarou o técnico Bolivar para a Rádio ABC ao fim do jogo. O técnico deve ganhar o reforço de um lateral direito que será anunciado segunda-feira.

Campeão Gaúcho pelo Noia em 2017, o meia Branquinho do Xavante começou no banco e ingressou apenas na metade do segundo tempo no lugar de Daniel Cruz.

Jornal NH
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS