Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Saia justa

Imprensa denuncia acordo entre Fifa e Catar antes do anúncio da sede da Copa de 2022

Contrato secreto foi publicado em jornal britânico neste domingo (10)
10/03/2019 18:04 10/03/2019 18:07

Um novo escândalo pode manchar o processo de atribuição da sede da Copa do Mundo de 2022 no Catar, depois da publicação neste domingo (10) no Sunday Times britânico de um contrato secreto entre a Fifa e a emissora Al Jazeera, propriedade de Doha, três semanas antes da votação.

Esse contrato, fechado em 2010, no fim da campanha de candidaturas para sediar a Copa de 2022, segundo documentos divulgados pelo jornal britânico, contemplava especialmente o pagamento de 100 milhões de dólares a uma conta da Fifa caso o Catar fosse escolhido como sede do Mundial, o que acabou acontecendo.

Em dezembro de 2010, o Catar derrotou países como Estados Unidos, Coreia do Sul ou Japão na briga para sediar a Copa do Mundo.Segundo o Sunday Times, o Catar pagou 480 milhões dólares à Fifa três anos depois por um segundo contrato de direitos televisivos.Na época, a Al Jazeera era propriedade do emir do Catar, grande patrocinador da candidatura de seu país à Copa do Mundo de 2022.

No e-mail enviado na sexta-feira ao Sunday Times para responder às perguntas do jornal, a Fifa declarou que "as acusações relacionadas à atribuição da Copa do Mundo da Fifa 2022 já foram comentadas amplamente pela Fifa, que em junho de 2017 publicou integralmente o relatório Garcia no site Fifa.com"."Por outro lado, a Fifa apresentou uma denúncia na Procuradoria Geral da Suíça e o processo segue em andamento. A Fifa coopera e continuará cooperando com as autoridades", continuou a entidade que rege o futebol internacional.


Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS