Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Vazamento

Seis turistas brasileiros morrem no Chile por inalação de gás

Vítimas pediram ajuda, mas já foram encontrados mortas no apartamento
22/05/2019 21:53 22/05/2019 22:09

Foto por: Corpo de Bombeiros de Santiago-Twitter/Divulgação
Descrição da foto: Bombeiros bloquearam ruas próximas ao local
Seis turistas brasileiros morreram nesta quarta-feira (22) em um apartamento de Santiago após terem inalado gás, supostamente monóxido de carbono, informou o comandante da Polícia da capital chilena. Os turistas estavam de férias e tinham alugado um apartamento no centro da cidade, onde sentiram um mal-estar físico, o que os levou a pedir ajuda ao cônsul brasileiro, que se dirigiu ao local, acompanhado de efetivos da Polícia.

Quando chegaram, tiveram que entrar à força no apartamento, onde encontraram os corpos. "Pudemos constatar que havia seis pessoas falecidas, quatro adultos e dois menores, e que possivelmente sua morte teria sido provocada por emanação de gás", disse o comandante Rodrigo Soto à imprensa local.

O corpo de bombeiros procedeu à evacuação imediata do edifício. Depois, foram feitas medições no apartamento, onde se descobriram altas concentrações de monóxido de carbono, gás que não tem cheiro e cuja inalação provoca a morte.

Os seis turistas brasileiros estavam no Chile há uma semana e o apartamento foi alugado através de um aplicativo na Internet. Quando a Polícia entrou no local, notou que todas as janelas estavam fechadas, o que teria provocado a grande concentração do gás, explicou Soto.

Os policiais isolaram as ruas vizinhas ao prédio e iniciaram uma investigação para confirmar as causas das mortes dos turistas, enquanto os bombeiros faziam buscas por possíveis vazamentos de gás no local.

O Itamaraty não divulgou os nomes das vítimas até que a família seja contatada. Conforme jornais chilenos, todos os turistas eram de São Paulo.

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS