Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Fim de uma era

O adeus ao Fusca, um ícone mundial

Volkswagen encerra definitivamente em Puebla, no México, a produção do modelo
10/07/2019 18:38 11/07/2019 11:14

Foto por: Acervo Pessoal
Descrição da foto: Ligação sentimental: Victor Hugo com seu Fusca 2013
Numa época em que as estradas eram precárias, o Fusca ajudou a desbravar o Brasil e o mundo. Mas, nesta quarta-feira (10), sua trajetória de oito décadas chegou ao fim com o anúncio do encerramento da produção em Puebla, no México, pegando de surpresa alguns de seus fãs.

O "Fuca'' foi projetado em 1935 por ninguém menos que Ferdinand Porsche - pelo sobrenome, já dá para se ter ideia de sua genialidade. A produção na Alemanha teve início em 1938 e, em 1959, chegou ao Brasil, saindo de linha em 1986. Em 1993, após "sugestão'' do então presidente Itamar Franco, voltou a ser fabricado, mas a defasagem tecnológica em relação a concorrentes decretou seu fim definitivo em 1996. Por esse motivo, ficou conhecido como "Fusca Itamar''. No México, porém, sobreviveu por mais tempo, até 2003, com pequenas modernizações. Os números de vendas são recordes: 3,3 milhões de unidades no Brasil e mais de 21,5 milhões em todo o mundo.

New Beetle

Em 1997, a Volkswagen apresentava ao mundo o New Beetle, com motor 2.0 de 116 cv, bem mais potente que os 30 cv do original. Em 2012, retorna ao Brasil, novamente importado, com motor turbo de 200 cv e resgatando o nome Fusca.

E quem não tem uma história com o Fusca? "Foi o meu primeiro carro, um exemplar de 1984, aos 15 anos, e a paixão só aumentou. Em 2014, eu o restaurei e coloquei placa preta. Hoje tenho este, ano 1984, e outros três: um 1973, um 1994 e um 2013, esse último um dos primeiros a vir ao Brasil'', revela o empresário sapiranguense Victor Hugo Boniatti, 30 anos.

 

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS