Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Aurélio Decker

Mais um pecado na minha lista!

10/01/2019 15:20

Aurélio Decker Jornalista  "Acredito que, para melhorar mais a imagem da cidade, temos que dar maior atenção à segurança. Fazer barreiras nas entradas e nas estações do trem faria muito bem." Eu sei que a inveja é um pecado capital, o último dos sete, mas não por ordem de importância: Gula, luxúria, avareza, ira, soberba, preguiça, inveja. Inveja eu tenho de Santa Catarina, o Estado vizinho, mais um "estado de espírito" do que geográfico. Tenho muitos motivos pra invejar os catarinenses, dos últimos anos para cá, mas, na semana passada, apareceu mais um. Forte, contundente, quase impressionante. Eu estava na barra do Rio Mampituba, divisa entre o RS e SC, quando avistei, do outro lado do rio, na praia de Passo de Torres, a primeira cidade catarinense, salva-vidas ao redor de um jet ski. Jet ski?, naquela prainha minúscula? Equipamento indispensável para assegurar que mais pessoas deixarão de morrer por afogamento?

E nós, aqui no RS, como estamos? Se comparada com as nossas grandes praias de Torres, Capão, Tramandaí, Cassino, somadas a dezenas de outras, entre médias e pequenas, Passo de Torres, em termos quantitativo no número de banhistas, é apenas uma prainha, quase mixuruca. Mas lá, quando alguém pede socorro por estar se afogando, em dois minutos, o jet ski entra no mar, regata a pessoa e em mais dois minutos está na areia. A minha inveja se justifica porque, aqui no lado do RS, não tem este equipamento. Há muitos anos até apareceu algum, em Torres, Tramandaí, Capão, Imbé, mas sumiram pra sempre. O RS está se desmantelando, não é de hoje, nossas dívidas estão nos sufocando. O nosso sistema de salvamento de gente, no mar, é da idade de pedra, quando alcançavam um cipó e puxavam quem estava se afogando. Hoje, no RS, precisamos da dedicação plena e força braçal dos salva-vidas até que consigam chegar perto e alcançar uma boia a quem se afoga, aí puxam a vítima pra fora do mar com uma corda. Quase inacreditável. Falei com bombeiros de Torres, disseram que houve uma compra, mas jet ski não foi entregue no prazo (novembro último), mas que ainda poderão aparecer. Oremos!


Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS