Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Alan Kanno

A sutil arte de escapar de lesões

13/03/2019 12:00 13/03/2019 16:21

A confiança nas relações humanas é algo quase imponderável. Isso serve nas relações afetivas, nas relações profissionais e nas relações sociais. O valor da palavra advindo de pessoas que confiamos não tem preço. Se meu amigo indicar uma loja, um restaurante, ou um serviço, inconscientemente, estarei com um viés positivo para a indicação. O contrário também é verdadeiro e se aplica.

Você já deve ter ouvido falar "por cima" que CrossFit é um esporte que machuca, que leva os alunos ao esgotamento físico, que é um treinamento militar, que é somente para atletas ou que é coisa de louco. Vamos analisar apenas sob o ponto de vista das lesões (leia-se lesões quando há necessidade de interrupção e intervenção médica). Tenho certeza que você tem um amigo que já se machucou jogando futebol ou andando de motocross, surfando, ou até mesmo correndo na praça. Aliás, futebol tem índices de lesões 5 vezes mais alta que o CrossFit!

A ideia citada no primeiro parágrafo faz link com o segundo quando "ficamos sabendo", através de um amigo, sobre alguém que pratica CrossFit que se lesionou, criando um fantasma na nossa cabeça onde todo mundo que faz o esporte se lesiona; ao passo que, quando corre a informação que fulano se machucou no futebol, encaramos isso como normal de jogo. Dois pesos e duas medidas.

Para evitar que ocorra uma lesão em um ambiente controlado de treinamento de qualquer esporte, são necessárias duas coisas: um balanço equilibrado entre ousadia e humildade do treinador e do atleta. Quando o treinador e o atleta são ousados demais, a lesão está mais próxima. Quando ambos são muito humildes, a lesão está longe, porém longe está também o ganho técnico. O ponto de equilíbrio é o sutil ponto que se transforma em arte de melhorar tecnicamente sem se expor a lesões!


Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS