Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Opinião do repórter

Não caia na tentação do ''não precisa''

24/06/2019 14:56 24/06/2019 15:03

Na sala lá de casa tenho uma cadeirinha velha de carro que hoje serve como poltrona. Teve que ser aposentada depois de transportar duas crianças e o dispositivo do cinto de segurança não funcionar mais. Não sei quando vou tirá-la de lá. Isso porque tenho um certo apreço pela velha cadeirinha. Quando meu filho mais velho tinha 1 ano e oito meses, no dia 17 de agosto de 2007, bateram na lateral do nosso carro. Justamente do lado onde o bebê estava sentado.

Com o impacto da batida, que não foi em alta velocidade, a cadeirinha acabou se deslocando, como se tivesse virado uma meia curva. Meu filho chorou muito, mas foi por causa do susto. A cadeirinha ficou intacta e ele não sofreu nada. Ao contrário dos outros ocupantes, que ficaram com hematomas e arranhões.

A gente estava entrando na garagem e nos acertaram. Não foi no meio da rodovia. Não que nós precisássemos de uma lição real para sempre usar o cinto de segurança (isso é um hábito, é como escovar os dentes), mas aquele acidente bobo, numa tarde de domingo, até hoje soa como alerta quando surge a tentação de achar que não precisa.

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS