Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Opinião do Repórter

A desatenção que gera colisão

27/06/2019 03:00 27/06/2019 08:29

Adair Santos é editor

O trânsito para e o motorista do carro que vem atrás não percebe, pois está mergulhado em um sedutor mundo de troca infinita de mensagens gratuitas em seu telefone. Geralmente são bobagens prontas que se repetem nos 20 ou mais grupos dos quais participa. E, mesmo que fossem importantes, não poderiam ser checadas naquele momento, pois dirigir exige constante atenção. Resultado: ele bate na traseira do veículo que está à frente. Não há feridos, apenas danos materiais, mas ambos os motoristas descem de seus carros para ver quem é o culpado, deixando o congestionamento ainda mais lento.

Esse tipo de colisão já ganhou até um apelido informal: "a batida do WhatsApp''. É claro que o aplicativo não tem culpa alguma. Como em muitos casos, não é a tecnologia o problema, mas o uso inadequado que o ser humano faz dela. Eu dirijo cerca de 100 quilômetros por dia para ir e vir do trabalho e uma constatação me preocupa: é cada vez maior o número de motoristas hiperconectados.

Quando percebo alguém andando em zigue-zague pela RS-239 ou BR-116, pode ter certeza: ou está bêbado ou mexe no telefone. Uma pesquisa feita em 2013 pela Universidade de Toronto, aliás, revelou que mandar mensagens de texto ao volante é quatro vezes mais perigoso que dirigir bêbado. De qualquer maneira, essa é uma infração que merece atenção das autoridades pelo seu potencial de periculosidade.

 

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS