Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Violência

Torre de energia e concessionária de veículos sofrem ataques no Ceará

É o 11º dia de ataques de facções criminosas no Estado do Nordeste
12/01/2019 13:41

Foto por: Reprodução/TV Globo
Descrição da foto: Torre de transmissão de energia foi derrubada na madrugada deste sábado e provocou problemas de fornecimento em algumas áreas de fortaleza

Uma torre de transmissão de energia elétrica foi derrubada no Anel Viário em Maracanaú, na região metropolitana de Fortaleza, na madrugada deste sábado, 12. Houve relatos de oscilação e queda de energia em municípios da Grande Fortaleza, como Maracanaú e Maranguape. Em Fortaleza, também nesta madrugada, uma concessionária na Avenida Washington Soares foi atingida por um artefato explosivo.

Fios de alta tensão da torre de 500 KV, da empresa Sistema de Transmissão Nordeste (STN), ficaram espalhados na rodovia que conecta Fortaleza a municípios da região metropolitana. A polícia esteve no local ainda durante a madrugada. Não há registros de feridos nas ocorrências.

A série de ataques violentos no Ceará chegou ao 11º dia. O número de suspeitos capturados por envolvimento com os atentados chegou a 330, entre adultos e adolescentes, segundo balanço atualizado nesta manhã pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

O ataque na concessionária ocorreu nas primeiras horas deste sábado, por volta das 5 horas. A explosão causou danos em parte do estabelecimento e em alguns veículos. Procurado, o estabelecimento não quis se manifestar. A SSPDS também foi procurada pelo Estado e informou que se posicionaria por nota.

A Enel Distribuição Ceará, empresa responsável pela distribuição de energia elétrica do Estado, também foi procurada para se manifestar sobre a oscilação e queda de energia, mas ainda não havia respondido até a publicação desta reportagem.

Em nota no site, a empresa informa que desde o início da onda de violência a operação da empresa e o número de equipes nas ruas foram reduzidos "por motivo de segurança". "Nos últimos dias, retomamos todos os serviços da companhia, porém nossas equipes estão evitando atuar em locais que apresentem risco à segurança de nossos colaboradores. Em alguns lugares, os serviços estão sendo realizados com apoio da Polícia Militar", informa a empresa.

No Twitter, o ex-ministro da Segurança Raul Jungmann se manifestou sobre os atentados ocorridos na madrugada deste sábado no Ceará. Segundo ele, a situação no Estado é "mais que uma crise". "É um ensaio do que está por vir", afirmou.


Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS