Publicidade
Acompanhe:
NH Hoje
Notícias | Região Polícia

Criança abusada em troca de cesta básica em Canoas

Caso de exploração sexual levou idoso à cadeia

Por Leandro Domingos
Última atualização: 09.12.2018 às 19:18

Polícia Civil/Divulgação
Fim da perseguição: suspeito agora está preso
Um caso revoltante de exploração sexual veio à tona neste final de semana, quando a Polícia Civil de Canoas divulgou a prisão preventiva de um idoso de 60 anos. Conforme a polícia, o homem teve o mandado de prisão expedido pela Justiça depois que uma investigação da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA) apurou verdadeira perseguição dele a uma menina.

Tudo começou quando a Polícia Civil foi acionada pelo Conselho Tutelar. É que aos conselheiros, a vítima teria relatado que manteve relação com o acusado desde a infância, com o consentimento da avó materna. Segundo a DPCA, era a própria avó que intermediava os encontros entre a criança e o idoso. Tudo em troca de “favores”, como reformas na casa onde moravam e pagamentos de cestas básicas e dinheiro.

A avó também já está na mira

Conforme o delegado Pablo Queiroz Rocha, após o Conselho Tutelar afastar a menina de casa, o idoso começou a persegui-la e a fazer ameaças através de bilhetes que eram entregues para a avó e também deixados nas redes sociais. O homem chegou ao cúmulo de matricular um de seus filhos no mesmo cursinho que a vítima fazia. Só para poder vigiá-la. Agora, com ele preso, a Polícia Civil trabalha no envolvimento da avó. Ao que tudo indica, ela também será presa em breve.

A Polícia Civil não liberou o nome dos suspeitos.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.