Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Não há confirmação

São Leopoldo investiga caso de morte por suspeita de meningite

Amostras do sangue de menina foram enviadas para análise em São Paulo; dois outros casos foram descartados
15/03/2019 09:07 15/03/2019 10:16

A morte de uma menina de 2 anos nesta semana, e a internação hospitalar de mais duas crianças, sendo uma delas irmão da vítima, estão causando preocupação entre os moradores da região, pois a suspeita é de meningite. A Secretária Estadual de Saúde (SES) informou na manhã desta sexta-feira (15) que ainda trata-se de caso suspeito a morte da menina. A criança apresentou sintomas compatíveis com a doença meningocócica, como manchas na pele, porém não foi passível avaliar as amostras de sangue no Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-RS), na capital. Por isso, o material foi enviado para análise em São Paulo e os resultados ainda não haviam saído nesta manhã. 

A Prefeitura de São Leopoldo e o Hospital Centenário publicaram nota oficial, ontem, sobre os casos e a respeito de informações que circulam em redes sociais, sobre suspeitas de meningite na cidade. A Secretaria Municipal de Saúde e a Fundação Hospital Centenário informam que "deu entrada no Hospital Centenário, na madrugada de terça-feira, dia 12 de março, uma menina de 2 anos, que faleceu às 10h20 do mesmo dia. Assim como a SES, destacam que há suspeita, por sinais e sintomas, de doença meningocócica, todavia, não há confirmação."

A nota ressalta ainda que "o irmão da menina, de 11 meses, que se encontra internado no Centenário, está em tratamento, com diagnóstico confirmado de outra patologia, ou seja, não há relação com a que levou sua irmã a óbito." A SES afirma que, até a tarde de ontem, o bebê seguia em situação estável. 

Conforme a Prefeitura, em relação a este caso, foram adotadas as medidas preventivas. "Foi administrada medicação preventiva (quimioprofilaxia) aos profissionais de saúde que fizeram o atendimento no Hospital Centenário, bem como, realizada reunião com trabalhadores da escola de educação infantil frequentada pela menina, com a participação de familiares e responsáveis, onde foi disponibilizada a medicação preventiva para todas as crianças que frequentam a escola."


Caso descartado

Conforme a nota enviada pela Prefeitura e pelo Hospital Centenário, na madrugada de ontem, deu entrada no hospital, um menino de 12 anos, para o qual já foidescartado o diagnóstico de meningite bacteriana. "Aguarda-se, do Lacen, os resultados de exames para meningite viral, dengue e febre maculosa. O menino foi transferido, no início da tarde, para o Hospital Universitário de Canoas", informaram.

"O Centro de Vigilância em Saúde de São Leopoldo, juntamente com o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar do Centenário, monitoram a situação e investigam outras possibilidades de diagnóstico, adotando as medidas cabíveis para a prevenção e tratamento, se necessário, daqueles que mantiveram contato com os pacientes dos casos citados acima", finaliza a nota.

Casos no Estado

Em 2019, foram confirmados quatro casos de meningite meningocócica no Estado, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES). Nenhum deles no Vale do Sinos. Os registros ocorreram em Porto Alegre, Alvorada, Passo fundo e Soledade. Como a doença tem maior incidência no inverno, espera-se aumento dos casos somente no período.

Neto de Lula morreu de meningite

No início do mês, Arthur Lula da Silva, neto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, morreu vítima de meningite meningocócica. O menino deu entrada no Hospital Bartira, em Santo André, no ABC Paulista, às 7h20 e faleceu logo após o meio-dia.

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS