Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Saúde

São Leopoldo confirma morte por meningite de menina de 2 anos

Família ficou sabendo do resultado do exame pela nota oficial da Prefeitura
21/03/2019 21:48 22/03/2019 10:47

Foto por: Diego da Rosa/GES
Descrição da foto: caso: Jaime e Deise (pais de Luíza) e Deisy (ao centro) cobraram explicações no início da semana
Às 17h34 desta quinta-feira (21), a Prefeitura de São Leopoldo confirmou o que os pais de Luíza Dias, que morreu na semana passada, no Hospital Centenário, já sabiam: a causa da morte foi Meningite Meningocócica. Pai da menina de dois anos, Jaime Dias revelou que não foi procurado pela secretaria de Saúde. "Eu fiquei sabendo da mesma forma que tu, pelo Facebook. Eles não foram capazes de me telefonar", queixou-se, ontem à tarde, poucos minutos depois de ler a nota na rede social.

Ele afirma que a família já tinha certeza da causa da morte, por conta do diagnóstico dos dois médicos que avaliaram a menina naquela terça-feira, 12. "Eu já sabia desde o primeiro dia que era meningite. Foi o que todo mundo falou, incluindo o diretor médico do hospital, que eu encontrei três dias depois", relatou.

Na nota oficial da Prefeitura, a secretaria de Saúde descartou que haja um surto da doença no Município, porque, nove dias depois da morte de Luíza, nenhum outro caso foi registrado na cidade. A nota ainda reitera que foi administrada medicação às pessoas que entraram em contato direto com a menina, desde profissionais de saúde até familiares. Embora mais de uma semana já tenha se passado, a Prefeitura informou que vai lançar, nos próximos dias, um material informativo para orientar a população. No Facebook, a nota foi compartilhada mais de 500 vezes na noite de ontem.


Debate na Câmara

Utilizando a tribuna da Câmara de Vereadores na sessão de terça-feira, 19, o pai de Luíza alegou negligência médica da pediatra que estava de plantão naquela manhã no Hospital Centenário. "Por que as pessoas são tratadas assim no Centenário?", questionou, com a voz embargada.

Confira a nota oficial da prefeitura de São Leopoldo

"A Secretaria Municipal de Saúde e a Fundação Hospital Centenário informam que foi confirmado Meningite Meningocócica no exame da menina de dois anos, falecida na manhã de terça-feira(12), poucas horas após ter dado entrada na emergência pediátrica do Hospital.

Os exames realizados no primeiro momento foram inconclusivos, por isto, o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-RS) enviou uma amostra de plasma (parte do sangue) da paciente para análise no Instituto Adolfo Lutz - laboratório Nacional de Referência em Meningite, em São Paulo. O resultado emitido na quinta-feira (21) foi positivo.

Conforme já informado, como medida preventiva, foi administrada medicação (quimioprofilaxia) aos profissionais de saúde e demais pessoas na instituição, familiares, além de alunos e trabalhadores da escola de educação infantil frequentada pela menina com os quais ela mantinha contato.

Passados 9 dias, nenhum outro caso de meningite associado a este foi registrado em São Leopoldo. Portanto não se configura surto da doença no Município.

A Prefeitura está formatando um material explicativo, informando quais são os tipos de meningite, seus sintomas e o que é possível fazer para se prevenir.

Para que sejam averiguadas todas as responsabilidades a respeito do atendimento no Hospital neste episódio, a direção instaurou sindicância administrativa investigativa, e, ao mesmo tempo, remeteu cópia do prontuário médico para o Ministério Público."

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3591.2020
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS