Olá leitor, tudo bem?

Use os í­cones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, ví­deos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.
VOLTAR
FECHAR

Rua Jornal NH, 99 - Bairro Ideal - Novo Hamburgo/RS - CEP: 93334-350
Fones: (51) 3065.4000 (51) 3594.0444 - Fax: (51) 3594.0448

PUBLICIDADE
Vídeo

Moradora em situação de rua é acordada com balde de água fria em Esteio

Caso aconteceu na manhã de sábado (11) em frente a uma instituição de ensino
15/05/2019 09:44 15/05/2019 11:40

Menos de quatro anos após um vídeo viralizar ao mostrar um morador em situação de rua sendo acordado com um balde de água fria, no Centro de São Leopoldo, a situação voltou a acontecer na região. Desta vez em Esteio. O fato mais recente ocorreu sábado (11) ao lado da Faculdades QI, na Avenida Presidente Vargas, no Centro. 

A jovem em situação de rua dormia sobre papelões e com um cobertor embaixo de uma marquise, quando uma mulher se aproxima com um balde na mão e despeja a água sobre o corpo e o rosto da que estava deitada. Assustada, a vítima ainda chega a dar bom dia, no momento em que é hostilizada pela outra mulher, que a ordena a pegar as coisas dela e sair do local. Toda a ação é filmada por outra pessoa. Desnorteada, a mulher recolhe os pertences e sai da calçada.

O vídeo foi compartilhado em grupos de redes sociais no final da tarde desta terça-feira (14) e gerou centenas de comentários. "Um absurdo. Um ato desumano. A pobre da moradora de rua não estava fazendo nada de errado, era só pedir com jeito que ele certamente sairia dali. É uma jovem muito conhecida no centro. Sempre muito educada. Não faz mal a ninguém", comentou uma mulher que pede para não ser identificada. 

De acordo com a diretora das escolas técnicas da Faculdades QI, Patrícia Cardoso, a mulher que aparece nas imagens é de uma empresa de segurança que era contratada pela instituição de ensino, a qual deverá iniciar as aulas na cidade na segunda quinzena de junho. "Estamos há pouco tempo na cidade e procuramos essa empresa, que é de Esteio, justamente para fomentar a economia local. O serviço prestado por ela era apenas o de alarme. Não sabemos porque ela fez aquilo. Somos totalmente contra. Jamais apoiaríamos ou orientaríamos um tipo de atitude dessas. A escola não tem nada a ver com isso", pontua Patrícia.

Ela salienta que após o episódio, o contrato com a empresa de segurança foi rompido na manhã desta quarta-feira (15).   

Reportagem em atualização

Jornal NH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Capa do dia

FOLHEIE O SEU JORNAL PREFERIDO NA TELA DO SEU COMPUTADOR.

ACESSE ASSINE AGORA
51 3600.3636
CENTRAL DO ASSINANTE

51 3553.2020 / 51 992026770
CENTRAL DE VENDAS DE ASSINATURAS