Publicidade
Acompanhe:
NH Hoje
Notícias | Região Vida de luxo

Sócio da InDeal e esposa gastaram quase R$ 1 milhão em loja de grife

Os produtos de uma marca italiana foram adquiridos entre janeiro e março deste ano

Por Débora Ertel
Última atualização: 28.05.2019 às 08:05

Foto por: Reprodução/ Facebook
Descrição da foto: Francisco e Fernanda em agosto de 2014 e em janeiro de 2019
O Jornal NH teve acesso à lista de compras que o sócio da InDeal Francisco Daniel Lima de Freitas e a esposa Fernanda de Cássia Ribeiro realizaram na Dolce e Gabanna, que fica em São Paulo, no valor de R$ 968 mil. A loja, com origem da Itália, é uma das mais renomadas grifes de moda do mundo, junto com Armani, Versace, Chanel, Gucci, Prada e Louis Vuitton.

De 28 de janeiro a 5 de março, o casal fez a aquisição de 22 produtos pela internet, operações que foram identificadas pela Receita Federal. Somente em dois dias eles gastaram R$ 270 mil, sendo R$ 250 mil gastos em um relógio de pulso masculino.

De acordo com o relatório, a maioria dos itens foi comprada no mês de fevereiro. Vale destaque também para as compras entre 5 e 8 de fevereiro, que juntas somam R$ 390 mil.


A lista

Bolsa Feminina - R$ 13,8 mil
Sapato feminino - R$ 6,5 mil
Perfume - R$ 541
Relógio de pulso masculino - R$ 250 mil
Relógio de pulso masculino - R$ 62,5 mil
Camiseta masculina - R$ 3,5 mil
Camiseta masculina - R$ 2,4 mil
Calça feminina - R$ 4 mil
Camisa masculina - R$ 1,590
Blusa feminina - R$ 4 mil
Tênis masculino - R$ 4,4 mil
Dois anéis femininos em ouro - R$ 175 mil cada um
Relógio masculino - R$ 135 mil
Cinto - R$ 3,5 mil
Traje masculino - R$ 15,200
Camisa masculina - R$ 10,4 mil
Chuteira masculina - R$ 3,4 mil
Sandália feminina - R$ 7,5 mil
Abotoadura em ouro - R$ 27,5 mil
Broche feminino - R$ 29,5 mil
Relógio de pulso masculino - R$ 33,750

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.